Casa Created with Sketch.

Projeto de decoração deixa sala de estar com estilo industrial

Apesar de não modificar nada na estrutura, a designer Debora Wajman deu uma cara totalmente nova ao espaço

 (Julia Herman/Divulgação)

Com o desafio de não mudar nada na estrutura, mas repaginar a decoração, a designer de interiores Debora Wajman deu outra cara a este apartamento na Zona Norte de São Paulo. Os donos do apê, um casal jovem, gostaria de readequar a sala porque os móveis que compunham o décor vinham de outra residência e não eram compatíveis as suas personalidades.

 (Julia Herman/Divulgação)

Wajman manteve, então, a parede de tijolinhos existente e repaginou o restante. Uma nova marcenaria foi inserida na sala de TV. As cores do décor penderam para o cinza, e cimento queimado foi aplicado na parede. Depois das mudanças, o apartamento ficou com uma pegada mais industrial.

 (Julia Herman/Divulgação)

“Antes da reforma, era perceptível que o casal tinha um gosto moderno, mas a escolha do mobiliário e cores das paredes não imprimia isso”, conta a designer. “A ideia era pintar em um tom de cinza, trazer a textura do cimento queimado para a parede principal a fim de destacá-la e trocar a mesa de jantar, que também não tinha muito a ver. Criamos um ambiente mais industrial, jovem e que conversa melhor com o estilo do casal”, diz ela. 

 (Julia Herman/Divulgação)

Como os moradores viajam bastante, muito da decoração foi aproveitada das peças do casal. “Colocamos quadros trazidos da Ásia próximo ao corredor e um quadro de um tecido trazido da Guatemala”, conta Wajman. “Propus um rack com prateleiras para que eles organizem melhor enfeites de viagem também”, finaliza.

 (Julia Herman/Divulgação)

Para o projeto de iluminação, a designer readequou algumas luminárias, trocando a da sala de TV por uma maior e reposicionando o restante acima do buffet. É nele, inclusive, que fica o maior destaque do projeto para Debora. “Gosto muito do buffet azul e do cimento queimado, trouxe um requinte muito especial pro apartamento”, conta Wajman.

 (Julia Herman/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s