Casa Created with Sketch.

Estilo industrial e referências escandinavas marcam apê de 65 m²

O escritório Casa 100 Arquitetura uniu os dois conceitos para pensar em um apartamento sem muitas cores e informações

 (Gui Morelli/Divulgação)

Ao projetar um ambiente minimalista com referências à arquitetura escandinava, sem muitas cores ou informações, o escritório Casa 100 Arquitetura entregou à morada este apartamento de 65  com conceito industrial.

Integrada à sala de estar, a cozinha foi equipada com uma única bancada cinza que, além de servir para as refeições, acomoda o painel onde a televisão foi instalada – voltada para a sala. As prateleiras foram fixadas no teto com estruturas de cobre.

 (Gui Morelli/Divulgação)

“Para manter a claridade em todo apartamento e não diminuir visualmente a sala, a divisão entre ala social e íntima foi feita com um vidro pontilhado, permitindo a boa passagem de luz natural mas mantendo a privacidade do ambiente fechado”, contam os arquitetos Diogo Luz e José Guilherme Carceles, que assinam o projeto.

 (Gui Morelli/Divulgação)

Localizado atrás do closet, o quarto repete o estilo industrial definido para o apartamento. A cabeceira foi feita com um painel de madeira e, acima dela, foram instaladas prateleiras semelhantes a da cozinha.

Sem muitos móveis – a pedido da moradora –, o design de interiores recebeu uma linha leve, neutra, minimalista e com as referências escandinavas já citadas anteriormente. Assim, a presença de brancos, cinzas e tons pastel mais claros é grande.

 (Gui Morelli/Divulgação)

A iluminação do imóvel é toda feita com tubulação aparente. Na suíte, foram instaladas eletrocalhas, que além de servirem de suporte para os spots, transformam-se em luminárias com fitas de LED na parte de cima, trabalhando como guia pela luz refletida na laje, do closet ao banheiro do quarto.

Por conta da metragem limitada, o piso foi revestido por um porcelanato que imita a madeira clara, o que garantiu uma maior sensação de amplitude. Já as soluções de marcenaria foram construídas com carvalho americano. Seguindo a decoração industrial, o teto exibe a laje de concreto aparente, deixando as tubulações elétricas à vista.

Por conta da metragem limitada, o piso foi revestido por um porcelanato que imita a madeira clara, o que garantiu uma maior sensação de amplitude. Já as soluções de marcenaria foram construídas com carvalho americano. Seguindo a decoração industrial, o teto exibe a laje de concreto aparente, deixando as tubulações elétricas à vista. (Gui Morelli/Divulgação)

“Em relação a materiais, basicamente trabalhamos com concreto aparente na laje e nas bancadas, piso em porcelanato ripado branco, madeira de revestimento dos painéis e armários, e os tubos de cobre, elementos que estruturam as prateleiras de apoio”, contam os profissionais.



 (Gui Morelli/Divulgação)

Na cozinha se concentram os tons mais sóbrios, que trazem elegância e sofisticação ao apartamento. Aberta para a sala, ela recebeu um balcão de apoio que também serve como um espaço de jantar para duas pessoas.

Através do uso da paleta de cores claras e acabamentos naturais, o apartamento se tornou leve, confortável e neutro. Confira na galeria abaixo outras fotos do projeto:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s