Casa Created with Sketch.

7 dicas de iluminação para valorizar os ambientes

Lustre ou abajur? Lâmpada azul ou amarela? Calma, descobrimos as respostas para essas e outras dúvidas!

Um bom projeto luminotécnico é decisivo para uma decoração de sucesso. Quando bem planejada, a iluminação tem o poder de valorizar os cômodos e criar exatamente o efeito que queremos, seja ele de relaxamento e de conforto, ou estímulo e vitalidade.

As variáveis e possibilidades neste segmento são muitas, vão desde tipos de lâmpadas e formatos de lustres, até questões mais complicadas, como “será mesmo que um lustre é a melhor opção?“. Por isso, conversamos com uma especialista no assunto, a lighting designer Lu Guerra, parceira da Interlight, e destacamos sete dicas que irão te ajudar nessas decisões:

 (Reprodução/Casa.com.br)

1. O primeiro passo é sempre observar o espaço, definir o que queremos e planejar

Neste momento, o estilo de decoração e as dimensões do cômodo são as principais variáveis. A partir deles, podemos responder algumas questões, como: “a necessidade de iluminação do ambiente é mais geral ou específica em alguns cantos?” ou “o que atende melhor a demanda: um único lustre, mais de um ou algo mais espacial, como a iluminação dentro de sancas, por exemplo?”. O auxílio de um profissional é muito importante nesta fase, proporcionando escolhas mais eficientes.

Projeto do arquiteto Gustavo Calazans

Projeto do arquiteto Gustavo Calazans (Reprodução/Casa.com.br)

2. Luz central, ou seja, uma fonte principal de iluminação

A luz central é uma boa escolha quando a necessidade é distribuir iluminação por todo o cômodo. Porém é importante escolher luminárias proporcionais à dimensão do ambiente. A ideia por trás desta opção é alcançar níveis uniformes de claridade por todo o espaço. Por isso, em lugares maiores, o tamanho da luminária e sua capacidade de iluminação também devem aumentar.

Ambiente de João Armentano na CASACOR São Paulo 2018

Ambiente de João Armentano na CASACOR São Paulo 2018 (Mariana Conte/CASA CLAUDIA)

3. Luz indireta, vários cenários em um único cômodo

Ao contrário da luz central, a indireta proporciona uma iluminação mais difusa e pontual, geralmente criando ambientes mais confortáveis, intimistas e aconchegantes. Ela pode ser alcançada com abajures, arandelas, luminárias de piso e até recortes na mobília ou parede usando LEDs.

Projeto assinado pelo arquiteto Gabriel Garbin

Projeto assinado pelo arquiteto Gabriel Garbin (Evelyn Müller/Casa.com.br)

4. Lâmpadas e o custo-benefício do LED

Independe do modelo de iluminação escolhido, o LED é um grande aliado. Seja em forma de lâmpada, fita ou outro formato, a tecnologia moderna só apresenta vantagens: sustentável e de longa duração, o LED proporciona principalmente economia de energia.

Projeto assinado pelo escritório Andrade & Mello Arquitetura

Projeto assinado pelo escritório Andrade & Mello Arquitetura (Luís Gomes/Casa.com.br)

5. As tonalidades provocam sensações diferentes

Até mesmo um projeto impecável de iluminação pode ser destruído com lâmpadas de tonalidade equivocada. Os tons amarelados são ideias para criar ambientes aconchegantes e intimistas, ou seja, ótimos para áreas de descanso. Causando o efeito oposto, os azulados são estimulantes, bons para cozinhas, banheiros e áreas de serviço.

Projeto assinado pela arquiteta Cristina Ribeiro Lembi

Projeto assinado pela arquiteta Cristina Ribeiro Lembi (Reprodução/Casa.com.br)

6. As versáteis fitas de LED

Muitas vezes, nosso desejo é deixar um objeto ou área em destaque, tais como nichos, prateleiras ou estantes. As versáteis, discretas e nada espaçosas fitas de LED são ideais para esta função, elas distribuem luz de forma uniforme e criam uma atmosfera cênica.

Projeto assinado pelo arquiteto arquiteto Marcelo Rosset

Projeto assinado pelo arquiteto arquiteto Marcelo Rosset (Reprodução/Casa.com.br)

7. O segredo dos cantos para leitura

Os cantos para leitura são ímpar no assunto iluminação. Estes espaços precisam de luz direcionada, uniforme e clara, mas na medida, já que o excesso pode cansar a visão. As luminárias articuladas de piso são perfeitas nestes casos. Com design versátil, elas são eficientes para iluminação e ainda têm efeito decorativo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s