Casa Created with Sketch.

5 erros de decoração que você deve evitar

Veja que pontos não podem deixar de receber sua atenção na hora de planejar uma reforma

 

Escolhas certas endossam reformas harmônicas e sob medida para o ambiente | Projeto: Isabella Nalon

Escolhas certas endossam reformas harmônicas e sob medida para o ambiente | Projeto: Isabella Nalon (Divulgação/Casa.com.br)

Antes de começar uma reforma ou até mesmo repensar o design de interiores, é preciso tomar algumas precauções para fugir de erros comuns. Assim, você assegura que suas escolhas serão assertivas e evita arrependimentos posteriores. Afinal, quem sonhou com o décor de um ambiente, investiu tempo e dinheiro não quer passar por frustrações depois de tudo pronto.

O sucesso vai muito além da força de vontade.  “Um projeto bem conduzido expõe um olhar apurado e harmônico, buscando materiais e peças que não destoem e, sobretudo, que se excedam no contexto geral”, explica a arquiteta Isabella Nalon, do escritório que leva seu nome. Com sua experiência na realização de projetos de interiores, ela relaciona as falhas que devem ser observadas.

Começar sem um projeto

Sem dúvidas, o primeiro erro, também chamado de sem volta, é começar uma reforma sem um projeto definido. “É sair de carro, acessar uma rodovia e não ter um destino”, relaciona Isabella. Antes do impulso de sair quebrando e tirando tudo do lugar, o projeto é fase onde o pensar é primordial.

“Por que mudar? Quais as expectativas depois de pronto? Qual o estilo decorativo que mais combina com o proprietário? Essas são perguntas que devem iniciar o processo”, conta a arquiteta. Essas reflexões serão a base para determinar desde o layout, infraestrutura, acabamentos e as demais etapas do décor.

Nesse apartamento, Isabella Nalon recebeu as referências apontadas pelo morador: ter um espaço integrado entre seu escritório e o amplo acervo de livros que coleciona. Dessa forma, a execução da marcenaria em todo perímetro deu lugar às estantes que acomodaram os mais de dois mil exemplares de seu acervo pessoal.

Nesse apartamento, Isabella Nalon recebeu as referências apontadas pelo morador: ter um espaço integrado entre seu escritório e o amplo acervo de livros que coleciona. Dessa forma, a execução da marcenaria em todo perímetro deu lugar às estantes que acomodaram os mais de dois mil exemplares de seu acervo pessoal. (Julia Herman/Casa.com.br)

Deixar de medir tudo

A ausência de um projeto culmina em outro efeito negativo para a reforma: a compra de móveis e eletrodomésticos nas medidas erradas. Sem a devidas proporções, o visual registrará espaços desiguais, com peças maiores ou menores demais.

Nesse panorama, entra também a precaução com o lado financeiro. Pagar mais caro, sem pensar, não implica em ter o melhor em casa. “Por isso, nada de comprar por impulso para não incorrermos na expressão ter um elefante branco na sala e lidar com um orçamento comprometido para o restante do projeto”, explica a arquiteta.

Se perder nos materiais

Uma terceira gafe que acontece com frequência é a especificação de materiais que, em função de suas características, não devem compor determinado ambiente. Uma situação bastante comum é a escolha incorreta dos revestimentos, que em muitos casos apresentam indicações particulares para a sua utilização. “Pelas características técnicas, alguns revestimentos de paredes não podem ser aplicados no chão, por exemplo”, afirma.

Embora cercada pelo fechamento de vidro, a varanda recebeu um porcelanato adequado para a área externa

Embora cercada pelo fechamento de vidro, a varanda recebeu um porcelanato adequado para a área externa (Julia Herman/Casa.com.br)

Se utilizado com finalidade errada, certamente, mais adiante, o proprietário precisará fazer uma nova reforma”, diz Isabella. Ainda no aspecto revestimento, um porcelanato polido em áreas molhadas ou externas pode ocasionar acidentes em função de quedas. “O antiderrapante é a solução mais adequada”. No capítulo escolhas erradas cabem ainda elementos como a pedra de uma bancada, que pode manchar de acordo com o uso, acabamento do mobiliário e a escolha das tintas e papel de parede.

Mão de obra

Mesmo com a cabeceira estofada na cor preta, no dormitório prevaleceu a decisão pelos tons claros presentes nas paredes e no enxoval da cama

Mesmo com a cabeceira estofada na cor preta, no dormitório prevaleceu a decisão pelos tons claros presentes nas paredes e no enxoval da cama (Julia Herman/Casa.com.br)

Esses desacertos são mais comuns do que se pensa e a única forma de corrigir é através da substituição, ocasionando um novo processo de reforma. E, nesse quesito, soma-se também o cuidado com escolha da mão de obra. Um revestimento mal instalado, assim como um forro mal fixado podem provocar uma grande dor de cabeça.

Iluminação

Também é preciso se atentar à iluminação para que os ambientes sejam providos de acordo com a demanda. Em linhas gerais, o projeto luminotécnico deve direcionar o nível de luz adequado aos propósitos e às tarefas que ali serão realizadas, como também considerar a temperatura certa das lâmpadas. “Ponderamos uma série de prerrogativas para cada cômodo antes de determinar onde os pontos serão instalados e definir entre um lustre, luminária ou pendente, por exemplo”, finaliza Isabella.

Além da iluminação da cozinha, a mesa para refeições rápidas ganhou dois pendentes que trazem bem-estar aos moradores

Além da iluminação da cozinha, a mesa para refeições rápidas ganhou dois pendentes que trazem bem-estar aos moradores (Julia Herman/Casa.com.br)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s