Casa Created with Sketch.

Atmosfera moderna e elementos industriais marcam apê de 72m²

Assinada pela arquiteta Júlia Guadix e inspirada em moradores com estilo jovem, a reforma aproveitou os espaços, com conforto, funcionalidade e estilo

Deixar o imóvel atraente para locação também pode ser um desafio. Como deixá-lo com cara de lar, com uma decoração atual, sem onerar nos custos e, ao mesmo tempo, atrair a atenção dos locatários? A arquiteta Júlia Guadix, do escritório Liv’n Arquitetura, realizou, com êxito, a reforma do apartamento de 72 m² localizado no bairro da Vila Olímpia, na capital paulista. “Nossa proposta deixou tudo ainda mais espaçoso, descolado e confortável para quem busca morar na região”, conta Júlia.

Sala de estar estilo industrial Integrando muito bem os ambientes, a arquiteta uniu a sala de estar com o home office, deixando a proposta do apto bastante funcional e espaçosa

Integrando muito bem os ambientes, a arquiteta uniu a sala de estar com o home office, deixando a proposta do apto bastante funcional e espaçosa (Guilherme Pucci/Casa.com.br)

Segundo o briefing informado pelo proprietário, o projeto deveria ter personalidade e, ao mesmo tempo, flexibilidade para atender o maior número possível de inquilinos interessados em viver no bairro. “Trabalhamos em cima do perfil do possível morador: solteiro ou um jovem casal sem filhos que deu preferência a morar na região por atuarem profissionalmente na Vila Olímpia ou nas imediações da avenida Brigadeiro Faria Lima. Muitos atuam no mercado financeiro”, revela a arquiteta.

Pensando no estilo dos moradores, a arquiteta optou por deixar o imóvel com apenas um quarto, de forma a agregar uma sala de estar mais ampla, gostosa e atrativa. Na concepção do projeto, ela explica que a criação de um pequeno hall, que por sua vez dá acesso à sala, banheiro e dormitório, deixou a planta baixa mais versátil. “Imaginando a presença de visitas em casa, o morador que está no quarto consegue ir ao banheiro sem precisar atravessar a sala. Em um apartamento com apenas um banheiro, esse é um truque arquitetônico que atende tanto a vida de quem vive por lá, como também faz as vezes de um lavabo.”

Sala de estar estilo industrial Com ambientes integrados, desde a entrada, morador e visitante conseguem ter uma visão ampla do imóvel. Com um décor completo, Júlia Guadix incluiu detalhes primordiais nos dias atuais, como a sapateira situada logo na porta

Com ambientes integrados, desde a entrada, morador e visitante conseguem ter uma visão ampla do imóvel. Com um décor completo, Júlia Guadix incluiu detalhes primordiais nos dias atuais, como a sapateira situada logo na porta (Guilherme Pucci/Casa.com.br)

A pedido do proprietário, o imóvel não contou apenas com a reforma, haja vista a ideia era que o locatário encontrasse tudo – inclusive móveis, e eletrodomésticos –, e que trouxesse para a morada apenas os seus pertences pessoais. Com uma atuação conduzida nos mínimos detalhes, Júlia atendeu outra solicitação específica do seu cliente: a parede de tijolinhos com o efeito do rejunte.

Para alcançar o efeito de um ‘tijolo de verdade’, a arquiteta investiu em sua criatividade. Durante o assentamento dos tijolinhos na parede onde está o home office, a profissional solicitou para sua equipe o uso de um espaçador de 1cm entre os tijolos. O próximo passo de sua solução foi usar um saco de confeiteiro para colocar a massa de cimento que preenche o espaçamento do rejunte. “Eu adorei o resultado. Além de responder ao esperado, a parede ficou charmosa e valorizou a atmosfera do apartamento”, celebra Júlia.

Quarto de casal estilo industrial, com cabeceira de ripas de madeira, com meia parede de tijolinhos laranja. No quarto, a parede rústica de tijolinhos contrasta com a leveza do décor, trazendo ares de paz e relaxamento

No quarto, a parede rústica de tijolinhos contrasta com a leveza do décor, trazendo ares de paz e relaxamento (Guilherme Pucci/Casa.com.br)

A escolha dos móveis, revestimentos e eletrodomésticos seguiu um orçamento regido pelo bom senso, um olhar pela qualidade e a relação custo-benefício. O ponto de partida empreendido pela arquiteta foi avaliar os itens que permitiam o seu reaproveitamento. Caso do sofá, que teve tecido e o braço substituídos. “Fizemos escolhas inteligentes”, afirma a profissional. Em obras de apartamentos alugados, a decisão por móveis soltos se configura como um caminho para economizar no momento da compra. “Só precisamos nos ater na aquisição de peças de qualidade e um bom preço”, complementa.

Na decoração do dormitório, a combinação do efeito rústico do tijolinho foi combinada com a cabeceira de MDF ripado. No tocante às cores, uma paleta neutra compreende a leveza da cortina em gaze de linho e blackout que filtra a luz, os traços do estilo industrial com o teto em concreto e os conduítes de elétrica aparente, e nuances mais intensos como as almofadas, o móvel e a mesinha posicionadas nas laterais da cama.

Banheiro estilo industrial, com parede em cimento queimado, e bancada da pia de vidro, com móvel de madeira clara abaixo O banheiro do apartamento conta com armários e uma pia/ bancada espaçosa para organizar melhor o ambiente

O banheiro do apartamento conta com armários e uma pia/ bancada espaçosa para organizar melhor o ambiente (Guilherme Pucci/Casa.com.br)

Como o banheiro já tinha uma base legal, como o pilar estrutural do prédio, piso de mármore, bancada de vidro e pastilhas, decidimos não trocar revestimentos para otimizar o orçamento. Dessa forma, a arquiteta atuou na instalação do nicho, do box na área do banho e da marcenaria. De madeira, o móvel embaixo da pia foi incluído como forma de proporcionar aconchego e organizar os objetos de higiene pessoal. “Por se tratar também de um lavabo, agreguei cestos que deixam os itens organizados e são super elegantes. E os itens do dia a dia ficam ocultos no armário com portas de espelho”, conta.

cozinha indutrial com piso de madeira cinza, armários em madeira natural do dois lado no corredor, com o tampo amarelo do lado esquerdo e uma prateleira da mesma cor acima; do lado direito, os eletrodomésticos, com o tampo em pedra preta e armários aéreos branco acima. Nas paredes tijolinhos, do aldo esquerdo, brancos e do lado direito, pretos A cozinha une a sala de estar e varanda, propiciando mais espaço e mobilidade entre os três cômodos

A cozinha une a sala de estar e varanda, propiciando mais espaço e mobilidade entre os três cômodos (Guilherme Pucci/Casa.com.br)

A sala de estar é um prolongamento que se estende desde o hall de entrada. A parede azul se destaca com o ponto focal com a instalação da televisão e a disposição do rack, que percorre de ponta a ponta. A decoração é marcada pelo tapete e o amplo sofá em ‘L’, que provê espaços para, inclusive, receber convidados (quando o momento permitir).

Ciente da relevância do home office – ainda mais do último ano para cá, em função da pandemia e a necessidade de se estar em casa –, o espaço para trabalhar é extremamente agradável. Além do décor com a parede de tijolinhos, Júlia considerou a fixação de uma bancada suspensa com gaveteiros de rodinhas. “Com isso, o morador pode configurar o layout da maneira como for mais conveniente para ele”, explana.

Cozinha co estilo industrial, com mesa brnca e quatro cadeiras com assento preto e pés de madeira. O chão é de madeira cinza e as paredes são branca. Na mesa, um vaso pequeno com planta e acima dela um pendente com cúpula redonda vazada em cima e embaixo A cozinha une a sala de estar e varanda, propiciando mais espaço e mobilidade entre os três cômodos

A cozinha une a sala de estar e varanda, propiciando mais espaço e mobilidade entre os três cômodos (Guilherme Pucci/Casa.com.br)

Na cozinha, os eletrodomésticos em inox dão um ar moderno para o ambiente que expõe com a bancada colorida. A arquiteta apostou mix super alegre: de um lado, a bancada amarela foi complementada pelo subway tile branco e, no contraponto, a sobriedade moderna do revestimento e a bancada preta. “Sem dúvidas, minha face preferida, pois o material da bancada dá a sensação de se ‘emendar’ o subway tile preto, que por sua vez foi valorizado pelo rejunte branco”.

A sala de jantar se integra com a varanda e conta com uma mesa redonda em laca branca brilhante e quatro cadeiras Eames. “Preto e branco é aquela combinação atemporal que não tem como errar, e dá uma base legal para o inquilino imprimir sua personalidade na decoração”, ressalta Júlia. Na parte da varanda, as plantas que estão em volta trazem vida para o ambiente. Por fim, a área de serviço, conectada com a varanda e a cozinha, oferece um armário alto para organizar os itens de limpeza e manter a varanda agradável.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.