Casa Created with Sketch.

Apartamento de 77 m² tem piso de taco e parede de tijolinhos

Os arquitetos desenharam móveis versáteis para desempenharem diversas funções nos ambientes integrados

 (Marcelo Donadussi/Casa.com.br)

Localizado em Porto Alegre, este apartamento de 77 m² passou por uma reforma completa pra abrigar uma jovem pesquisadora, que queria viver em ambientes agregadores. Assim, pediu aos arquitetos Renata Beck, do Atelier Aberto, e Gustavo Sbardelotto, que criassem um projeto onde pudesse receber os amigos de maneira informal, um espaço de estudos e a possibilidade de cultivar muitas plantas. 

Para atender aos desejos da cliente, os arquitetos repensaram o layout para integrar os ambientes o máximo possível. As paredes que dividiam a cozinha da sala de estar e do hall de entrada foram eliminadas e o escritório foi posicionado onde antes havia um dos quartos, mas também integrado ao living.

Mas, o que mais chama a atenção no apartamento é a parede de tijolos à vista, que recebeu pintura branca em toda a extensão da sala. O revestimento faz um belo contraste com o piso de tacos de madeira. Além disso, a paginação paralela a parede cria sensação de amplitude.

 (Marcelo Donadussi/Casa.com.br)

Para o mobiliário, os arquitetos pensaram em versatilidade. Logo na entrada do apartamento criaram um móvel que atende tanto à cozinha como o hall, com chapelaria de um lado, e utensílios para cozinhar. A mesa de refeições tem altura de bar e foi feita com rodinhas para poder ser transportada para outros ambientes com facilidade. Destaca-se no ambiente, os armários azuis e a parede revestida de ladrilhos hidráulicos.

 (Marcelo Donadussi/Casa.com.br)

Além da ausência de paredes, a sensação de integração é reforçada pelo piso de madeira, que está presente em todos os ambientes. Na sala, o móvel longilíneo também confere essa sensação. Feita de madeira, a peça tem portas ripadas com abertura de toque para destacar a horizontalidade. A mesa de centro também foi desenhada pelos arquitetos e ganhou um tampo vermelho fosco para se destacar em meio à paleta sóbria.

 (Marcelo Donadussi/Casa.com.br)

Na parte oposta da porta de entrada, está o escritório — posicionado estrategicamente perto da janela para receber muita luz natural. O espaço se integra visualmente à sala por meio de um banco e prateleira, ambos de concreto armado moldado in-loco. Esse banco se estende do estar ao escritório que, com maior profundidade, vira um lugar de descanso e leitura. Mas, a protagonista do espaço é a estante metálica feita de cubos nas cores primárias. A inspiração veio da obra de Mondrian.

 (Marcelo Donadussi/Casa.com.br)

Os arquitetos lembram que os banheiros não foram esquecidos nesse projeto. O piso de pastilhas, tanto na suíte quanto no banheiro social, traz charme aos espaços. Já o quarto é o único ambiente reservado do apartamento. A cama, unida às mesas laterais e à cabeceira, serve de apoio aos quadros. A parede de cimento queimado rústico, as luminárias de jardim fabricadas e pintadas na obra contrastam com a limpeza predominante do branco das paredes e do mobiliário.

Quer ver mais detalhes deste projeto? Acesse a galeria de fotos abaixo!

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.