A Art Basel Hong Kong atrai 250 mil visitantes em expo virtual

A feira de arte criou uma plataforma que permitiu a visita virtual a 235 galerias com 2 mil obras

Por Editora Olhares / Janela 3 abr 2020, 12h00
Reprodução/Casa.com.br

Como aconteceu com a SP-Arte, em São Paulo, que adiou seu evento de abril para seguir as medidas de prevenção ao Covid-19, outras feiras de arte contemporânea no mundo tiveram suas edições canceladas ou adiadas. Foi o caso da Art Basel Hong Kong, que aconteceria de 17 a 20 de março. Os organizadores da feira, porém, transformaram o evento físico no “Online Viewing Rooms”, uma plataforma que possibilitou a visita e a venda de obras, de 20 a 25 de março, pelo site e pelo aplicativo da Art Basel. A experiência mostrou como o cenário e o consumo da arte podem mudar daqui para frente.

Obra de Vik Muniz – Seated Black Woman. Reprodução/Olhares.news

Quatro galerias brasileiras participaram da edição com o Projeto Latitude, parceria entre a Associação Brasileira de Arte Contemporânea (ABACT) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), exibindo suas obras na plataforma: Bergamin & Gomide, Fortes D’Aloia & Gabriel, Mendes Wood DM e Galeria Nara Roesler (obra de Vik Muniz, acima).

Quer saber mais? Então clique aqui e confira o conteúdo completo da Olhares.News!

Continua após a publicidade

Publicidade