Casa Created with Sketch.

Prédios na China irão abrigar mais de 700 árvores

As duas torres com escritórios, quartos de hotel, museu e escola devem ser inauguradas em 2021

Projeto das torres da Nanjing Vertical Forest

Projeto das torres da Nanjing Vertical Forest (divulgação/Casa.com.br)

Há projetos que levam o conceito de urban jungle muito a sério: o escritório de arquitetura Stefano Boeri decidiu levantar dois prédios na China, um ao lado do outro, com 395 árvores cada. Estas florestas verticais abrigam juntas mais de 7 mil arbustos e 24 mil espécies de plantas, que são distribuídas entre os pavimentos da Nanjing Vertical Forest.

O empreendimento com mais de 700 árvores deve ser inaugurado em 2021

O empreendimento com mais de 700 árvores deve ser inaugurado em 2021 (divulgação/Casa.com.br)

A construção com um extenso projeto paisagístico tem a proposta de regenerar a biodiversidade local, reduzir as emissões de dióxido de carbono e produzir mais oxigênio. Ambas as torres devem ser inauguradas em 2021: a de 108 metros de altura vai abrigar um hotel com 305 quartos e piscina, enquanto a outra, com 200 metros, terá escritórios do 5º ao 35º andar, um museu, uma escola de arquitetura sustentável e um clube na cobertura. 

Algumas plantas tiveram que ser içadas até o topo do prédio

Algumas plantas tiveram que ser içadas até o topo do prédio (divulgação/Casa.com.br)

As espécies escolhidas para os empreendimentos são nativas da província de Hubei, na China. Muitas delas são selvagens, e, por isso, foram cultivadas especialmente para o projeto. O frescor trazido pelas plantas deve diminuir o uso do ar-condicionado nos prédios, além de absorver a poluição gerada pelos carros da cidade. 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.