Luz natural preenche interior de casa histórica em Londres

Após o projeto de reforma, o imóvel de quatro andares passou a garantir também uma maior fluidez entre os espaços

Por Yara Guerra Atualizado em 17 fev 2020, 15h42 - Publicado em 26 nov 2019, 19h17
NAARO/Divulgação

A partir da demolição quase completa e reconstrução de uma casa datada de 1851, o escritório FLOW Architecture, junto ao Magrits, propôs um projeto que desafia a maneira tradicional de habitar construções históricas.

Localizada na cidade de Kensington (Londres), a Light Falls recebeu a adição de um porão e uma extensão traseira de pé-direito duplo.

NAARO/Divulgação

Além disso, devido à necessidade familiar pela qualidade luminosa no interior do imóvel, o planejamento espacial foi impulsionado pela maximização da luz natural e da fluidez dos espaços empilhados verticalmente, acomodando também a crescente coleção de arte do morador.

NAARO/Divulgação

“O nome ‘Light Falls’ expressa perfeitamente a alma da casa. O efeito em cascata da luz do dia, trazido em movimento vertical para o centro do edifício, anima os espaços interiores e dissolve as fronteiras entre exterior e interior”, diz a equipe de design.

Continua após a publicidade

NAARO/Divulgação

A luz natural desempenha um papel fundamental no projeto. Enquanto duas grandes claraboias sem moldura estão posicionadas no topo do pátio, a escada é aberta para melhorar a permeabilidade do edifício, que se desenvolve em quatro andares.

Como resultado, a luz do dia abundante preenche o coração da habitação, cortando os volumes da massa original e criando uma série de efeitos fascinantes.

NAARO/Divulgação

Através de uma extensão de vidro, a sala de jantar dialoga diretamente com exterior, com suas portas deslizantes panorâmicas se abrindo a um generoso terraço moldado pela presença de uma nogueira.

Curtiu o projeto? Então não deixe de conferir mais fotos dele na galeria abaixo:

Continua após a publicidade

Publicidade