Casa Created with Sketch.

Casa de velejadores é construída com ripas de madeira e estética náutica

Projetada pelo Bates Masi Architects, a residência mira as águas da Baía de Chesapeake em vários de seus ambientes

 (Michael Moran/Divulgação)

O escritório Bates Masi Architects usou portas de correr, decks e varandas para direcionar esta casa de ripas de madeira em Annapolis (EUA) às águas das proximidades.

A empresa de Nova York projetou a propriedade na Baía de Chesapeake, em Acton Cove (capital de Maryland), que abriga a Academia Naval dos EUA e é considerada a capital mundial da vela. Não à toa, a casa – aninhada à doca e ao barco – foi planejada para uma família de velejadores.

 (Michael Moran/Divulgação)

O exterior da residência é revestido por tapume de painel fixo de ipê e coração de pinheiro regenerado, seguindo o estilo de outras casas cobertas de madeira projetadas pelo Bates Masi.

 (Michael Moran/Divulgação)

Na Acton House, como foi apelidada, portas de vidro deslizantes e duas camadas de cortinas operáveis se abrem e fecham em uma variedade de combinações, permitindo que espaços internos e externos se misturem.

Mas foi pensando no exterior que se construiu o projeto da casa: ela foi planejada para ser personalizada de acordo com a privacidade e o clima, viabilizando a extensão o tempo que a família passa ao ar livre.

As principais áreas de convivência estão dispostas no último andar do imóvel de 518 m² para aproveitar ao máximo destas vistas. Deques em consola e varandas se dispõem no nível superior, enquanto cortinas brancas operáveis ondulam e fluem com a brisa.

 (Michael Moran/Divulgação)

No interior, é presente um décor de estética náutica e moderna, com paredes e armários brancos, além de móveis em tons creme, branco e de madeira.

Os detalhes incluem bancadas brancas e armários de madeira clara na cozinha e um grande sofá branco na sala de estar. Armários embutidos e depósitos de armazenamento foram pintados também de branco para combinar com o resto da casa.

 (Michael Moran/Divulgação)

Também no nível superior existe uma área de jantar ao ar livre mobilada com uma mesa e seis cadeiras desenhadas pelo modernista dinamarquês Hans J Wegner. Há também um espaço de estar com móveis de tecido e almofadas brancas.

Uma segunda sala de estar no térreo tem vista para uma piscina externa e para a doca. Três suítes também estão localizadas neste pavimento e foram dispostas uma ao lado da outra.

 (Michael Moran/Divulgação)

A Acton House se completa com uma estrutura angular que contém uma garagem e um estúdio. Um jardim separa essa estrutura da residência principal. Na parte traseira, plantadores de aço escalonados fazem a mediação entre o térreo e o cais. O projeto paisagístico da casa, por sua vez, foi criado por Gregg Bleam, de Virginia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s