Continua após publicidade

4 dicas para escolher os melhores metais para o seu banheiro ou lavabo

Antes de comprar, é importante analisar o design, o acabamento e as funcionalidades

Por Redação
Atualizado em 2 jul 2024, 15h40 - Publicado em 23 jun 2024, 13h00

Os banheiros e lavabos são ambientes que demandam uma atenção especial na escolha dos itens que os compõem. Afinal, além de bonitos, eles também precisam ser funcionais.

A Lorenzetti separou, então, 4 dicas para você fazer uma escolha acertada sobre os metais sanitários:

Closet para sapatos e bolsas é o destaque deste apartamento de 250 m². Projeto de Sabrina Salles. Na foto, banheiro com metais dourados e cuba esculpida.
Projeto de Sabrina Salles. (Julia Herman/Divulgação)

1. Design e funcionalidade

Um dos principais pontos a considerar é o design do espaço que receberá o metal sanitário. Existem diversos estilos, desde o moderno, passando pelo vintage até o descolado. É importante que o novo item crie uma harmonia com os outros elementos, como as louças, revestimentos e chuveiro, e não descaracterize a estética planejada.

Cores e design assinado são tendência em louças e metais na Expo Revestir
(Lorenzetti/Casa.com.br)

O mercado hoje apresenta uma variedade de opções, fugindo do tradicional em termos de modelos e tons. Lembre-se de manter a simetria, apostando em formas e traços que combine com o restante do local.

Continua após a publicidade

Outra recomendação é investir em um acabamento para a manopla da torneira ou misturador, com um volante fácil de manusear. Há ainda opções com sensor de acionamento, o que torna a atividade ainda mais higiênica.

Apê integrado ganha décor contemporâneo com muita marcenaria em freijó. Projeto de João Panaggio. Na foto, banheiro com cuba esculpida, metais pretos.
Projeto de João Panaggio. (Fotos: Denilson Machado, MCA Estúdio/Produção visual: Studio Jefferson Sttuner/Divulgação)

2. Modelo da louça

Considere também o modelo da cuba e o ponto hidráulico, que define a instalação na parede ou bancada. De modo geral, metais com bica alta e de parede são utilizados em cubas de apoio, com uma distância recomendada de 10 a 15 cm entre a borda da cuba e a saída de água. E metais com bica baixa normalmente são mais adequados com outros modelos.

3. Pressão de funcionamento

Verifique a pressão de água disponível na sua residência. Se for baixa, será preciso escolher metais sanitários projetados para funcionar eficientemente nesse ambiente. Alguns modelos podem precisar de uma pressão mínima para um funcionamento adequado. Por isso, é importante analisar as especificações do produto antes da compra, com a ajuda do lojista ou fabricante.

Continua após a publicidade

4. Tipos de aquecimento

Cores e design assinado são tendência em louças e metais na Expo Revestir
(Lorenzetti/Casa.com.br)

Em banheiros que contam com uma tubulação de água quente e fria, é preciso escolher entre um monocomando ou misturadores, sendo este último com duas manoplas para misturar as temperaturas. Ainda há a possibilidade de utilizar misturadores tradicionais e monocomandos com o auxílio de um aquecedor elétrico – uma solução interessante para quem não dispõe de aquecimento solar ou a gás e deseja um metal com design diferenciado e o conforto da água quente.

Publicidade