Casa Created with Sketch.

Cama arrumada: confira 15 truques de styling

A editora visual Mayra Navarro mostra ideias de arrumações práticas para o dia a dia e de estilos variados

 (Cacá Bratke/Casa.com.br)

Uma das maneiras mais rápidas e fáceis de dar novos ares ao quarto, é caprichando na arrumação da cama. Mas, não basta só esticar o lençol. Alguns truques de styling podem deixá-la mais charmosa e aconchegante. Para desvendar os segredos da cama perfeita, falamos com a editora visual Mayra Navarro, que é expert na arte de criar arrumações para editoriais e projetos de interiores. Abaixo, confira dicas da Mayra, que são práticas (afinal, ninguém quer ter trabalho!) e atendem a diversos gostos.

 

 

Base neutra com cores suaves nos detalhes

Manta peseira de lã de cashmire da Trousseau, almofadas de tricô e pelo de carneiro ecologico da Codex Home, almofadas de veludo canelado bege e algodão rosa e azul da Trousseau.

Manta peseira de lã de cashmire da Trousseau, almofadas de tricô e pelo de carneiro ecologico da Codex Home, almofadas de veludo canelado bege e algodão rosa e azul da Trousseau. (Evelyn Muller/Casa.com.br)

Neste quarto, projetado pelo escritório Lore Arquitetura, Mayra criou uma composição clássica para seguir a linha do mobiliário. “Puxei os tons neutros da parede e as cores suaves do tapete aubusson”, explica. Repare que a composição de texturas delicadas das almofadas faz um par harmônico com o duvet, que tem seda em sua composição.

 (Evelyn Muller/Casa.com.br)

A seguir, dois exemplos de como uma mesma cabeceira pode possibilitar arrumações de diferentes estilos. Este apartamento, assinado pela arquiteta Daiane Antinolfi, ganhou marcenaria criada pela Bontempo. E nos quartos, uma cabeceira azul-marinho emoldura a cama. Abaixo, o quarto do casal ganhou uma arrumação de cama contemporânea e minimalista.

“Eles não queriam muitas cores, então apostei em um mix de texturas para criar uma composição despretensiosa e chique”, afirma a editora. Uma dica interessante aqui: ao colocar os travesseiros em paralelos, o de cima protege o de baixo do pó, que deve ser usado para dormir.

Colcha de linho cinza e porta-travesseiros de tricô da Trousseau e luminária da Madeira e Linha.

Colcha de linho cinza e porta-travesseiros de tricô da Trousseau e luminária da Madeira e Linha. (Eder Bruscagin/Casa.com.br)

Abaixo, no quarto de um dos filhos, a ideia foi trazer outros tons de azul para a base neutra da roupa de cama. Para isso, Mayra escolheu almofadas de modelos diferentes e uma manta xadrez com os mesmos tons dos outros elementos.

Colcha, porta-travesseiros, mantas xadrez e azul e almofada azul da Trousseau e almofada bola de lycra da Eliana Sposito Baby Store.

Colcha, porta-travesseiros, mantas xadrez e azul e almofada azul da Trousseau e almofada bola de lycra da Eliana Sposito Baby Store. (Eder Bruscagin/Casa.com.br)

Neste quarto, assinado pela arquiteta Patricia Ganme, as paredes são revestidas de tecido e criam um clima aconchegante para o ambiente. Mayra se inspirou nesse revestimento e nas obras de arte para compor a roupa de cama. Eis um truque para criar ambientes harmônicos: observe o que está ao redor para definir as cores. “A combinação de linho e malha nervurada criou uma cama sofisticada”, pontua a editora visual.

Roupa de cama de cambraia de linho bege, capa de edredom (duvet), manta de tricô e porta-travesseiros da Madeira e Linha.

Roupa de cama de cambraia de linho bege, capa de edredom (duvet), manta de tricô e porta-travesseiros da Madeira e Linha. (Evelyn Muller/Casa.com.br)

 

Base neutra com pontos de cores fortes

Quando a ideia é trabalhar com cores mais intensas, a dica é buscar harmonia na decoração que já existe no ambiente. Neste quarto, assinado pelo arquiteto Décio Navarro, as paredes verdes e as luminárias amarela e laranja claro já sugerem o caminho da paleta. “Optei por uma base neutra na roupa de cama e pincelei detalhes puxados da luminária alaranjada para criar um visual mais leve”, explica Mayra.

Colcha de algodão com toque de seda, porta-travesseiros e almofadas estampada da Trousseau, almofadas de tricô e manta com franja na paleta dos tons de tijolos da Codex Home.

Colcha de algodão com toque de seda, porta-travesseiros e almofadas estampada da Trousseau, almofadas de tricô e manta com franja na paleta dos tons de tijolos da Codex Home. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

Já neste projeto da arquiteta Fernanda Dabbur, Mayra brincou com as fotos emolduradas na cabeceira. “Eles foram minha referência para escolher uma roupa de cama cinza de linho como base”, explica a profissional.

Colcha, manta branca e porta-travesseiros da Codex Home.

Colcha, manta branca e porta-travesseiros da Codex Home. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

Para pincelar um cores nesta arrumação, Mayra elegeu almofadas de tons quentes e uma estampada com o clássico desenho pied-de-poule. Mas, como escolher as cores nesse caso? Veja a foto abaixo e descubra! As almofadas dialogam com os tons do tapete lateral. Outra dica: nem sempre é preciso escolher uma saia para a cama box da mesma cor da roupa de cama. Nesse caso, ela combina com a cabeceira, que também é clara.

Kilim indiano usado como passadeira lateral da Phenicia Concept.

Kilim indiano usado como passadeira lateral da Phenicia Concept. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

Neste quarto, projetado por Patricia Ganme, a colcha colorida trazida de uma viagem ao Peru serviu de inspiração para a escolha de toda a roupa de cama, que exibe tons neutros para deixar a peça especial brilhar.

Roupa de cama de cambraia de linho, capa de edredom (duvet) e porta-travesseiros da Madeira e Linha, almofada com verso bordado da Dpot Objeto e manta colorida trazida de uma viagem ao Peru.

Roupa de cama de cambraia de linho, capa de edredom (duvet) e porta-travesseiros da Madeira e Linha, almofada com verso bordado da Dpot Objeto e manta colorida trazida de uma viagem ao Peru. (Evelyn Muller/Casa.com.br)

Do escritório Sala 2 Arquitetura, este quarto ganhou uma arrumação inspirada nas camas japonesas. Simples e delicada, a roupa de cama de linho respeita a moldura de madeira e a manta de linho laranja entra para trazer um toque de cor mais vibrante.

Colcha de linho natural cinza, manta laranja de tricô e porta-travesseiros de veludo azul e de linho cinza da Codex Home.

Colcha de linho natural cinza, manta laranja de tricô e porta-travesseiros de veludo azul e de linho cinza da Codex Home. (Evelyn Muller/Casa.com.br)

Estampas marcantes

Mas, se você não quer ter trabalho mesmo, mas não abre mão de uma cama de sonho, aposte em uma estampa marcante para o enxoval. Neste quarto, assinado pela designer de interiores Cida Moraes, o duvet, as almofadas e as paredes coloridas compõem uma agradável explosão de cores.

Cama e roupa de cama, com duvet e porta-travesseiros, da Auping na Collectania, almofadas de pelego e de tricô da Codex Home. Na parede, cor Veludo, da Suvinil.

Cama e roupa de cama, com duvet e porta-travesseiros, da Auping na Collectania, almofadas de pelego e de tricô da Codex Home. Na parede, cor Veludo, da Suvinil. (Manu Oristanio/Casa.com.br)

Já neste quarto, de Fernanda Dabbur, um jogo de cama assinado pelos Irmãos Campana colore a decoração neutra do ambiente. Apenas uma peseira de cashemere arremata a decoração.

Capa de edredom (duvet) e porta-travesseiros, design dos Irmãos Campana para a Trousseau.

Capa de edredom (duvet) e porta-travesseiros, design dos Irmãos Campana para a Trousseau. (Renato Navarro/Casa.com.br)

Criado por Beatriz Quinelato, este quarto exibe uma cabeceira estampada que dita as escolhas da arrumação da cama. Outros tons de azul, mais rebaixados, deixam a composição harmônica, assim como o uso de diversas texturas. “O efeito tom sobre tom deixa tudo mais sofisticado aqui”, afirma Mayra.

Projeto de Beatriz Quinelato. Roupa de cama, almofadas e mantas da Codex Home.

Projeto de Beatriz Quinelato. Roupa de cama, almofadas e mantas da Codex Home. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

 

Inspiração praiana

Você não precisa, necessariamente, estar no litoral para querer uma atmosfera de praia no seu quarto. E, se esse é o seu caso, saiba que com a roupa de cama é possível trazer esse clima. Ou, se quiser ideias para decorar o quarto na casa de praia, as dicas abaixo podem ser úteis.

Neste projeto do arquiteto Décio Navarro, a parede de tijolinhos já traz o clima praiano e a parede turquesa remete ao mar. Para completar, a roupa de cama simples, com estampa em degradê cria uma atmosfera despojada e prática para o dia a dia.

Capa de edredom em um delicado tie-tye da Auping, na Collectania.

Capa de edredom em um delicado tie-tye da Auping, na Collectania. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

Com uma base totalmente neutra, Mayra abusou das cores neste quarto de clima tropical, assinado por Fernanda Dabbur. “A almofada bordada ajudou a definir as cores das outras e trouxeram uma alegria para o espaço”, diz a editora visual.

Almofadas coloridas de tricô da Codex Home e bordadas da Trousseau. Colcha branca de algodão português da Trousseau.

Almofadas coloridas de tricô da Codex Home e bordadas da Trousseau. Colcha branca de algodão português da Trousseau. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

O tricô foi a inspiração para este quarto praiano, assinado pelo arquiteto Paulo Tripoloni. Cinza e azul é uma dupla de cores que criam um décor contemporâneo. A madeira e as texturas naturais se encarregam de não deixar o ambiente frio.

Roupa de cama de cambraia de linho cinza escuro, capa de edredom (duvet) e porta-travesseiros e acessórios de tricô da Madeira e Linha.

Roupa de cama de cambraia de linho cinza escuro, capa de edredom (duvet) e porta-travesseiros e acessórios de tricô da Madeira e Linha. (Adriano Escanhuela/Casa.com.br)

A mistura de estampas é o segredo desta cama cheia de estilo, no projeto da arquiteta Marcella Leite. Os quadros da cabeceira inspiraram a escolha das estampas das almofadas e a peseira com estampa pied-de-poule trouxe um ar contemporâneo ao quarto.

Colcha de tecido 100% poliéster, que imita linho (pré-encolhida e antimofo por ser tecido sintético) e porta-travesseiros da Tapeçaria Junior Puzzoni. Almofadas de Fernando Jaeger, manta peseira de malha com estampa pied-de-poule da Codex Home.

Colcha de tecido 100% poliéster, que imita linho (pré-encolhida e antimofo por ser tecido sintético) e porta-travesseiros da Tapeçaria Junior Puzzoni. Almofadas de Fernando Jaeger, manta peseira de malha com estampa pied-de-poule da Codex Home. (Evelyn Muller/Casa.com.br)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s