Casa Created with Sketch.

4 dicas das nossas leitoras para quem quer criar suculentas

Quem pensa em se aventurar no mundo dessas simpáticas plantinhas pode fazer bom uso dessas ideias práticas

Qualquer pessoa que tenha uma conta nas redes sociais já se deparou com as suculentas de alguém no feed, e pensou que gostaria de cuidar dessas plantinhas em casa também. Porém, criar suculentas parece fácil na teoria, mas complicado na prática. Por onde começar, então?

Fomos até o nosso grupo no Facebook sobre esse assunto (clique aqui para participar!) para saber exatamente como as nossas leitoras cuidam das suculentas que têm em casa e quais as dicas que elas poderiam compartilhar para ajudar as pessoas que estão começando agora nesse mundo. Olha só:

1.Regar direto a terra

Suculentas são cactos – plantas com folhas mais grossas que armazenam água e permitem que essas espécies sobrevivam bem em climas áridos -, o que significa que elas não precisam de rega focada nas folhas, mas na raiz. Ou seja, o ideal é regar a terra e não a parte de cima da planta, e garantir que essa terra está úmida o suficiente, mas não encharcada.  

2.Cuidado com a frequência

Falando em rega, o que vimos no grupo também é que essas plantinhas pedem menos regas do que outras. Uma dica é que durante o verão essa rega fique restrita à uma vez por semana. No inverno, uma vez à cada 15 ou 30 dias, dependendo do clima e da exposição da planta às chuvas da época.

3.Prestar atenção na hora da compra

Outra dica essencial que as nossas leitoras nos deram sobre criar suculentas: prestar atenção na hora da compra. Observe se a planta em questão está no sol ou na sombra, se está em um vaso de plástico ou de barro, se a terra está úmida ou seca. Isso já demonstra indícios de qual a melhor maneira de cuidar delas. Se a planta estava exposta no sol, busque um lugar igualmente iluminado na sua casa para mantê-la. E, claro, peça dicas para o vendedor – ele com certeza vai saber os detalhes de como esse cuidado deve ser feito.

Veja também

4.Cuidado redobrado com o vaso

Prestar atenção no vaso também é outro ponto importante. Os vasos de plástico mantém o solo mais úmido do que os barro, em que o material absorve naturalmente o líquido. Vale também deixar sempre 2 centímetros de dreno no fundo do vaso para que a água não fique acumulada ali.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s