8 razões para contratar um serviço de design de interiores em Portugal

Está se mudando para o velho continente e precisa de ajuda na decoração da nova casa? Confira abaixo o porquê de contratar um profissional habilitado...lá

Por Yara Guerra Atualizado em 5 abr 2021, 10h59 - Publicado em 27 nov 2019, 15h48
Marcelo Barbosa/Divulgação

É verdade que, ultimamente, muitos brasileiros têm viajado à Europa e lá se estabelecido – especialmente em Portugal, pelas mais variadas razões. Após dado o primeiro passo na aquisição do imóvel, os novos proprietários só se sentem preparados para efetivar a mudança quando sentem que a tarefa está inteiramente concluída – isto é, quando o espaço está equipado e totalmente decorado para a sua chegada.

E se engana quem acha que apenas os mais abastados contratam este tipo de serviço. Pelo contrário, muitos já entendem que a presença de um profissional habilitado a realizar projetos de design de interiores e concretizar sonhos, além de benéfica, é necessária.

A mudança pode, contudo, vir acompanhada de alguns receios e ansiedades proporcionadas pelo fato de se estar dando um salto para o desconhecido. Mas, ei, não se preocupe! Sediado em Lisboa, o Atelier Decoralista se propôs a te ajudar, apresentando algumas vantagens de contratar o serviço de arquitetura de interiores e decoração diretamente em Portugal. Confira as dicas abaixo!

Sem barreira linguística

Marcelo Barbosa/Divulgação

Como se contratasse um serviço a um profissional do Brasil, os decoradores portugueses se expressam de modo similar. Este é um fator determinante, pois garante a correta passagem de informação no momento do briefing com o cliente.

A liberdade na expressão do novo proprietário e o bom entendimento por parte do decorador podem ser de suma importância para o sucesso de um projeto.

Estudo prévio in loco

Marcelo Barbosa/Divulgação

Após o briefing com o cliente, existem diversos cuidados a serem considerados no espaço a intervir. Saber que se tem um profissional atento a todos os detalhes no local do imóvel é, no mínimo, uma questão de segurança.

Experiência Local

Marcelo Barbosa/Divulgação

São várias as vantagens em se ter experiência no terreno, como por exemplo a economia de tempo e de procura de produtos, marcas e preços – o que aconteceria caso não se conhecesse a atividade local.

Dominar o mercado, estar por dentro da forma de produzir e dos prazos praticados ajuda a gerir expectativas e a evitar possíveis (e desnecessários) conflitos quando comparado com um projeto que é acompanhado à distância.

Confiança no processo

Continua após a publicidade

Marcelo Barbosa/Divulgação

Ter a garantia de estar trabalhando com alguém que conhece o mercado no novo país é importante para se sentir mais seguro em todo o processo de desenvolvimento de um projeto.

O método e timing do profissional no Brasil pode não ser igual ao praticado em Portugal, e saber que se está trabalhando com alguém local dá a certeza de que cada obstáculo será contornado sem conflito.

Relação com fornecedores

Marcelo Barbosa/Divulgação

Este é um dos trabalhos mais morosos na carreira de um profissional de decoração e pode levar anos para ser construído. Descobrir os melhores fornecedores e criar uma boa relação com os mesmos é, um última análise, algo que beneficiará o proprietário do imóvel.

Para ele, o decorador vai buscar a melhor qualidade, ao melhor preço aos prazos mais razoáveis, independentemente das especialidades que venham a ser necessárias (carpinteiros e marceneiros, pintores, eletricistas, entre outros).

Redução de stress

Marcelo Barbosa/Divulgação

Não ter de lidar com as inúmeras pessoas necessárias à concretização de um projeto é um verdadeiro alívio.

Contratando diretamente em Portugal, o futuro morador não terá de se preocupar com nenhum tipo de coordenação ou supervisão de trabalhos – o profissional fará a ponte com todos os intervenientes na hora das encomendas, montagens ou outro serviço.

Custos mais controlados

Marcelo Barbosa/Divulgação

Existem diversos custos adicionais associados a deslocações ao projeto, obra ou fase de montagens. Contratar um profissional que não necessite de se deslocar do Brasil para Portugal ajuda a reduzir as “ajudas de custo”.

Assinatura reconhecida

Marcelo Barbosa/Divulgação

Contratar o serviço de um profissional local é um benefício não apenas pelo projeto de autor, realizado com o budget definido pelo proprietário, mas também pela própria valorização do imóvel.

Continua após a publicidade

Publicidade