Casa Created with Sketch.

Empresa imprime casas em 3D para enfrentar crise imobiliária

As residências são mais baratas que as casas feitas pelo método normal e ficam prontas mais rápido

A Mighty Buildings, uma empresa de tecnologia de construção que se descreve como “um círculo de empreendedores, inventores e tecnólogos”, anunciou um lançamento e o compromisso de usar impressão 3D e automação robótica para ajudar a acabar com a crise imobiliária nos Estados Unidos.

As impressoras 3D da empresa usam um composto chamado Light Stone Material (LSM), que endurece quando exposto à luz ultravioleta, tornando-o um material de construção mais eficaz do que o concreto.

 (Reprodução/Design Milk)

O custo da moradia nos Estados Unidos tem aumentado mais rápido do que os salários há décadas e existe um déficit nacional de moradia acessível lá. A pandemia resultou em um número sem precedentes de perda de empregos e com uma mão de obra cada vez menor para a construção de novas casas. As estatísticas oficiais sugerem que 500 mil pessoas nos EUA estão desabrigadas, mas milhões mais estão inseguras quanto à moradia, o que significa que a maior parte de sua renda vai para aluguel e contas, deixando pouco para despesas inesperadas.

 (Reprodução/Design Milk)

A Mighty Buildings propõe um sistema automatizado novo, versátil e eficiente que pode imprimir em 3D um apartamento de mais de 100 m² em menos de 24 horas na fábrica em Oakland, Califórnia, com preços a partir de U$ 99 mil (R$ 530 mil — cotação no dia 02 de setembro). Embora isso possa não ser acessível para alguém que mal consegue pagar o aluguel, tornar as casas sustentáveis ​​e acessíveis uma realidade para mais pessoas (suas unidades custam 45% menos em comparação com as outras casas) e libera moradias ainda mais acessíveis para aqueles que precisam.

Seu sistema de produção automatizado é mais eficiente e menos caro do que os métodos convencionais de construção. Aproveitando uma combinação de impressão 3D e técnicas pré-fabricadas, a Mighty Buildings criou uma plataforma que pode automatizar até 80% do processo de construção, produzindo estruturas com 95% menos horas de trabalho, duas vezes mais rápido que a construção convencional.

 (Reprodução/Design Milk)

Crucial também para o meio ambiente, o sistema gera 10 vezes menos resíduos. No Reino Unido, a indústria da construção é a maior usuária de recursos naturais e gera resíduos equivalentes a 30% dos materiais entregues no local — números que refletem os do mundo desenvolvido. Como a maior parte acaba em aterro, reduzir o desperdício é uma parte crítica da limpeza da construção.

As moradias dos Mighty Buildings também são altamente eficientes em termos energéticos, outro fator importante para a sustentabilidade dos projetos.

Para os proprietários existentes, a Mighty Buildings oferece “Accessory Dwelling Units” (ADU) pré-fabricados. As “Unidades de Habitação de Acessório” são unidades habitacionais secundárias em lotes residenciais unifamiliares que permitem uma vida de várias gerações, ajudando as pessoas a cuidar dos pais idosos enquanto mantêm sua independência, ou dar aos filhos adultos seu próprio espaço. Eles já concluíram exemplos em San Ramon e San Diego.

Para arquitetos, Mighty Buildings pode fabricar digitalmente sem estruturas de suporte, o que significa liberdade de projeto quase ilimitada para criar geometrias complexas que de outra forma seriam caras ou impossíveis com os métodos tradicionais.

 (Reprodução/Design Milk)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s