Templo de bambu, no México, tem mix de tecnologia e ancestralidade

Situado em Tulum, o templo tem estrutura de abóbadas arqueadas, apoiadas umas nas outras

Por CicloVivo Atualizado em 17 fev 2020, 15h57 - Publicado em 7 ago 2019, 16h35
César Béjar/

Situado em uma área de mata nativa conservada em Tulum, sítio arqueológico Maia na costa caribenha do México, o Templo Luum foi desenvolvido para ser um espaço acolhedor dentro de uma comunidade residencial.

César Béjar/Casa.com.br

Projetado pelos escritórios de arquitetura mexicanos CO-LAB e Arquitectura Mixta, o grande pavilhão, que só pode ser acessado via trilhas, oferece um ambiente natural e tranquilo, perfeito para reflexão e desaceleração.

César Béjar/

A estrutura do templo possui cinco lados e consiste em abóbadas arqueadas que apoiam-se umas às outras. A ideia é que a “coexistência na dependência estrutural” sirva como um símbolo de nossa interdependência e as realizações que podemos alcançar quando trabalhamos juntos. Um software paramétrico permitiu ao estúdio fornecer aos construtores pontos de fixação precisos.

Para saber mais e ler o conteúdo completo do CicloVivo, clique aqui.


O CicloVivo é o mais novo parceiro de conteúdo do Casa.com.br! A partir de hoje você verá por aqui as notícias mais legais de sustentabilidade e do universo da arquitetura. Para não perder nenhuma notícia, acompanhe este link.

Continua após a publicidade

Publicidade