Londres utilizará calor do metrô para aquecer casas

A reutilização de energia reduzirá a emissão de carbono e diminuirá a conta de energia dos moradores

Por Como a Gente Mora Atualizado em 17 fev 2020, 15h52 - Publicado em 2 set 2019, 11h18
Estação Holborn, em Londres Nádia Simonelli/Casa.com.br

Olha que boa ideia de reutilização de energia. A partir do próximo inverno no hemisfério norte, o calor residual, produzido pela linha Norte do metrô de Londres será usado para aquecer mais de mil casas da cidade, no distrito e Islington.

O projeto da rede de calor ganhou o nome de Bunhill 2 e é um projeto em conjunto com o Islington Council, Transport for London e a empresa de engenharia Ramboll. Uma prova de que quando as instituições se unem a população e o meio ambiente saem ganhando. A ideia é que o sistema de energia de Londres se torne mais auto-suficiente e reduza as emissões de carbono e, consequentemente, as contas dos moradores.

Este conteúdo é do blog Como a Gente Mora. Para acessar o texto na íntegra, clique aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade