Profissão do Designer de Interiores em debate

Associação Brasileira de Designers de Interiores convida professores e alunos da FAAP para discutir a profissão. Regulamentação continua principal reivindicação

Por Da redação Fotos Rogério Cajuí Atualizado em 20 dez 2016, 23h25 - Publicado em 9 out 2014, 12h30

Na semana em que se comemora o Dia do Designer de Interiores, a FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, em São Paulo, foi palco de um debate essencial para estudantes, designers de interiores e profissionais da área. A ABD – Associação Brasileira de Designers de Interiores, juntamente com os professores e diretores da universidade, levaram para o Auditório um bate-papo sobre a importância de valorizar a profissão e como está o andamento da regulamentação da profissão de designer de interiores. Essa eterna luta da ABD ainda não tem um veredito final, mas há muitas conquistas, como o apoio e a simpatização de muitos políticos pela causa.

Além da participação de Renata Amaral, Bianka Mugnatto e Jéthero Miranda, respectivamente, presidente, vice-presidente de expansão e vice-presidente acadêmico da ABD, a mesa foi composta pelo coordenador do curso de Design de Interiores, prof. Milton Francisco Júnior e o coordenador técnico da pós-graduação em Design de Interiores, prof. Carlos Eduardo Leite Perrone. Também foi fundamental a presença da Dra. Márcia Onofre, advogada que presta assessoria jurídica aos associados da ABD e do Sr. Walter Bittar, que trouxe as novidades sobre a regulamentação.

Jornalistas, designers e estudantes expuseram suas dúvidas e discutiram a nova norma de Reforma (NBR 16.280), recém-publicada pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Entre outras regras, ela impõe que toda reforma realizada em edificações novas, antigas, comerciais e residenciais tenha um responsável técnico (arquiteto ou engenheiro) para assinar o laudo que descreve o programa de obra.

Continua após a publicidade

Publicidade