Odebrecht lança casas compartilhadas de alto padrão

Por Empresa inaugura 10 casas na Bahia que fazem parte de uma plataforma de intercâmbio de propriedades de luxo. Por Clara Vanali Atualizado em 20 dez 2016, 22h42 - Publicado em 6 Maio 2010, 15h37
Alejandro Moreno, Franklin Mira e Luis Mirabelli lançam o projeto Quintas Pr...

Que tal adquirir uma casa de luxo na beira da praia sem se preocupar com a manutenção da piscina, o corte da grama e a limpeza dos banheiros? Nesta quarta-feira (5/5/2010), a Odebrecht lançou o Quintas Private Residences, um conjunto formado por 170 casas de férias na Costa dos Coqueiros, Bahia. A grande novidade é que parte da comercialização das residências será feita por sistema de propriedade fracionada em parceria com a RCI – The Registry Collection – líder mundial em intercâmbio de férias.

O serviço possibilita que o consumidor adquira uma residência de férias em parceria com outros moradores. O sistema funciona assim: compra-se frações e utiliza-se o imóvel em formato de rodízio anual de datas com os outros donos, por meio de um calendário rotativo. Sendo assim paga-se uma taxa mensal apenas para manter a residência e outra taxa anual equivalente ao valor do imóvel.

O proprietário que adquirir a casa de luxo, poderá utilizá-la por até 4 semanas por ano e ainda trocar seus períodos de utilização pela estadia em uma das 180 propriedades fracionadas espalhadas pelo mundo. As casas do Quintas Private Residences, que têm 4 suítes, trazem também o conceito de consumo consciente. “Ao compartilhar a casa com outros moradores, você evita gastar com o que não vai usar. Você paga apenas uma cota equivalente ao dias que serão utilizados pelo morador e sua família”, diz Franklin Mira, diretor da Odebrecht.

O produto é direcionado para a classe A+, com renda familiar superior a 20 mil reais. Mais informações estarão em breve no site

Continua após a publicidade

Publicidade