Japão abre primeiro museu de maquetes arquitetônicas

Como um armazém, os profissionais alugam prateleiras no museu para guardar suas maquetes, que ficam expostas aos visitantes

Por Mariana Bruno Atualizado em 19 jan 2017, 13h51 - Publicado em 12 set 2016, 17h15
01-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas

Especializado em maquetes arquitetônicas, o Archi-Depot Museum abriu no dia 18 de junho em Tóquio, no Japão. Primeiro do tipo no país, o espaço reúne peças de nomes como Kengo Kuma, Shigeru Ban,  Riken Yamamoto, Torafu Architects e Klein Dytham Architecture.

02-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas

Para expor as peças, prateleiras industriais preenchem o espaço do piso ao teto, criando um total de 116 superfícies de exposição. Ali também ficam disponíveis QR codes que, quando utilizados pelos visitantes, revelam informações, fotos e desenhos de cada maquete.

03-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas
Continua após a publicidade

O tema não é a única inovação do museu, que funciona como um armazém onde os profissionais podem economizar espaço em seus próprios escritórios e alugar prateleiras para guardar seus projetos, que ficam expostos ao público visitador.

04-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas

“Esta iniciativa é realmente brilhante – tanto o arquiteto quanto o Archi-Depot saem ganhando. Você aluga um conjunto de prateleiras altas, expõe suas maquetes nas partes mais baixas e guarda as caixas nas mais altas. Instantaneamente você tem um museu de maquetes com trabalhos da maior parte dos principais arquitetos do Japão”, Klein Dytham, da Mark Dytham, disse à Dezeen, que publicou o projeto. Confira mais imagens abaixo:

05-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas 06-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas 07-japao-abre-primeiro-museu-de-maquetes-arquiteonicas
Continua após a publicidade

Publicidade