Casa Created with Sketch.

ExpoRevestir: conheça os projetos do arquiteto Jürgen Mayer-Hermann

O arquiteto alemão Jürgen Mayer-Hermann foi um dos palestrantes do fórum da Exporevestir 2015. Sua obra mais conhecida é o Metrosol Parasol em Sevilha, Espanha.

jurgen

 (/)

O arquiteto Jürgen Mayer-Hermann foi um dos palestrantes da última edição da Exporevestir, a maior feira de arquitetura e construção da América Latina. Nascido em Wolfsburg, na Alemanha, Jürgen busca unir arquitetura, comunicação e novas tecnologias em seus projetos. Convidado pelo arquiteto Guto Requena para participar da Revestir, Mayer falou sobre os desafios da arquitetura do futuro em sua palestra. Separamos sete curiosidades sobre o profissional alemão que você precisa saber. Confira:

1. Jürgen estudou na Universidade de Princeton e The Copper Union, nos Estados Unidos, e na Universidade de Stuttgart, na Alemanha. 

2. Ele esteve pela primeira vez no Brasil em 1993. Na ocasião, ele se hospedou numa cobertura na Vila Madalena, em São Paulo.

3. Sua principal obra é o Metrosol Parasol na Plaza de la Encarnación, em Sevilha, no sul da Espanha. Considerada a maior estrutura de madeira paramétrica já construída, o espaço inclui museu, centro de compras, restaurante e até recebe concertos. O projeto rendeu à equipe de Mayer o prêmio Holcim de construções sustentáveis. “A obra transformou o espaço e a relação das pessoas com a praça”, explica Jürgen.

4. A pedido do ex-presidente da Geórgia, Mikheil Saakashvili, Jürgen fez três projetos para alavancar o turismo da região. “Ele tem a interessante proposta de ver a arquitetura não só em prédios culturais de alto padrão, mas em estruturas bastante mundanas”, disse o arquiteto sobre o ex-presidente, em entrevista à revista Deezen.

5. O escritório de Jürgen recebeu o prêmio Audi Urban Future Award 2010  e uma menção no prêmio Mies-van-der-Rohe-Award de 2003. “Seus projetos se destacam pela relevância cultural, unindo construção e sustentabilidade, arquitetura e urbanismo”, elogia o site da Audi.

6. Adorado pelos alunos, Jürgen já deu aulas em importantes universidades, incluindo Harvard, Columbia e a Architectural Association, em Londres.

7. Jürgen é adepto do mote “Don´t buy, you can use yours” (“não compre, use a sua”, em tradução livre). Isso se reflete na escolha de materiais sustentáveis em seus projetos. “A maneira como consumimos afeta o futuro. Na arquitetura, não é diferente. Por isso, sempre pensamos na sustentabilidade em nossos projetos”, explica.

8. Adora Lina Bo Bardi. Segundo o arquiteto Guto Requena, ao chegar em São Paulo para  Exporevestir, Jürgen e Guto visitaram a Casa de Vidro, projetada pela Lina Bo Bardi.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s