Doodle, do Google, homenageia Lina Bo Bardi, arquiteta do MASP

A arquiteta que projetou o MASP recebe homenagem pelo seu centenário de nascimento

Por Alex Alcantara Atualizado em 14 dez 2016, 11h54 - Publicado em 5 dez 2014, 15h22
abre_lina_bo_bardi

Lina Bo Bardi, arquiteta que projetou o Museu de Arte de São Paulo (MASP), localizado na capital paulista, foi homenageada pelo Google pelo centenário de seu nascimento. O logo do buscador foi ilustrado com uma imagem do museu, umas das principais obras da arquiteta, realizada em 1958. Lina fez o projeto a convite do marido, Pietro Maria Bardi, que foi convidado por Assis Chateaubriand para dirigir o museu. O edifício está localizado na Avenida Paulista e é famoso por ser o prédio com o maior vão livre da América Latina, com 70 metros de comprimento.

Filha de uma família genovesa, Lina nasceu no dia 5 de dezembro de 1914, Roma, na Itália. Veio ao Brasil pela primeira vez em 1946 e se naturalizou brasileira cinco anos depois, em 1951, após se estabelecer no país. “Eu não nasci aqui, escolhi este lugar para viver. Por isso, o Brasil é meu país duas vezes, é minha ‘Pátria de Escolha’, e eu me sinto cidadã de todas as cidades, desde o Cariri, ao Triângulo Mineiro, às cidades do interior e às da fronteira”, afirmou Lina certa vez.

Formou-se na Faculdade de Arquitetura de Roma, em 1939. A arquiteta manteve-se ativa até o momento de sua morte, em 1992, com 78 anos, deixando inacabado o projeto de reforma da Prefeitura de São Paulo. Dentre suas outras obras, está o SESC Pompeia e Teatro Oficina (SP), a Casa da Cultura de Pernambuco e o Museu de Arte Moderna.

Para conhecer mais sua história, visite o site do Instituto Lina Bo e Pietro Maria Bardi.

Continua após a publicidade

Publicidade