Direto da Holanda: design conceitual também pode estar dentro de casa

Quem comprova essa afirmação são os alunos da Eindhoven Design Academy, que expõem seus trabalhos na Graduation Galleries 09 

Por Por Heloísa Righetto, de Londres Atualizado em 20 dez 2016, 19h35 - Publicado em 23 nov 2009, 16h57

Os trabalhos de graduação dos alunos da Eindhoven Design Academy em 2009 mais uma vez provam que jovens profissionais estão buscando inspiração muito mais em conceitos do que em exigências comerciais. Já faz algum tempo que grandes nomes do mercado, como Tom Dixon, afirmam que os designers precisam oferecer mais do que apenas um produto: os consumidores estão mais cautelosos e preferem adquirir peças que tenham conteúdo e não sejam descartáveis. Esses itens, além se atenderem suas funções básicas – servir como cadeira, vaso ou armário – devem ser apreciados, contar uma história. Por isso, a relação do homem com seu espaço é cada vez mais estudada, e daí saem os melhores projetos. Máximo aproveitamento de espaço, área pública cada vez mais utilizada, sustentabilidade como linha guia: essas diretrizes norteiam o design que vem da Holanda para nos inspirar a decorar as nossas casas sem culpa. Para manter-se bem informado, complemente sua leitura visitando o canal Design.

Publicidade