Casa Cor Rio valoriza o Jockey Club da cidade

A Tribuna C abriga oito estúdios compactos que representam diversos jeitos de morar

Por Redação Atualizado em 20 dez 2016, 17h36 - Publicado em 9 set 2009, 17h09

Apresentar soluções alternativas de moradia ocupando imóveis que não foram projetados para este fim. Este é o mote da 19ª edição da Casa Cor Rio. A Tribuna C do Jockey Club da cidade foi revitalizada e abriga oito estúdios compactos, que representam diversos jeitos de morar. E, como vem ocorrendo em todas as mostras de Casa Cor, a sustentabilidade é o fio condutor do evento: os arquitetos receberam uma planilha com 13 requisitos para serem atendidos, como economia de energia e inventário de emissão de gases tóxicos. Além disso, Burle Marx é o homenageado do ano e ganhou, entre outros espaços, um jardim de 1.400 m².

Publicidade