Casa Created with Sketch.

Bienal de Veneza tem nuvem, chuva e projetos públicos

Instalações inusitadas e tradicionais dividem espaço na Bienal de Arquitetura de Veneza

O tema proposto pela arquiteta Kazuyo Sejima, diretora da 12a Bienal de Arquitetura, aberta oficialmente no domingo 29 de agosto, é “as pessoas se encontram na arquitetura”. Teve arquiteto que criou nuvens e outro que fez uma casa de água no prédio da Corderie, no Arsenale, sede da exposição principal junto com o novo espaço do Palazzo delle Esposizioni, no Giardini. Junya Ishigami, que levou o Leão de Ouro de melhor projeto da exposição principal, propôs a transparência na arquitetura com uma obra a partir de fios brancos finíssimos. Mas há também quem mostre peças mais tradicionais, com desenhos, plantas e maquetes de prédios públicos. É o caso da própria diretora, que apresentou com Ryue Nishizawa, seu parceiro de SANAA, dois projetos, e da sala de Lina Bo Bardi. Fique atualizado sobre as principais mostras de arquitetura acessando nosso canal de Feiras e eventos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s