Artesãs retratam poesia e arquitetura mineira em crochê

Exposição do grupo Colcha de Versos acontece em Ouro Preto até 25 de setembro.

Por Por Cristiane Komesu Atualizado em 20 dez 2016, 16h09 - Publicado em 21 set 2009, 20h05
Um título para uma foto sem titulo

Em colchas, toalhas, bolsas e quadros feitos de algodão e linhas coloridas de crochê, artesãs de Ouro Preto contam a poesia mineira em versos. São trechos de poesias árcades e monumentos da arquitetura do século XVII bordados em peças expostas na mostra Ouro Preto Contada na Ponta da Agulha, que acontece em parceria com pousadas em estilo colonial da cidade. Em visitação guiada, é possível conferir e comprar as peças de artesanato em meio a construções e objetos que remetem ao período barroco. Formado há cinco anos, o grupo Colcha de Versos é comandado pela artesã Dona Zezé e tem como objetivo valorizar a cultura local. A exposição faz parte da Jornada Mineira do Patrimônio Cultural, promovida pela Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais. Se você se interessa pelo artesanato mineiro, não deixe de conhecer o trabalho da família Dumont.

Ouro Preto Contada na Ponta da Agulha

Onde: Pouso do Chico Rei – r. Brigadeiro Musqueira, 90 – Ouro Preto – MG

Quando: 21 a 25 de setembro

Quanto: grátis

Informações: www.jornada.mg.gov.br ou pelo e-mail colchadeversos@gmail.com

Continua após a publicidade

Publicidade