Arte e natureza: estes objetos cotidianos retornam às suas raízes

O artista Camille Kachani transforma objetos do cotidiano em inusitadas peças cheias de galhos de madeira e folhas

Por Jennifer Detlinger Atualizado em 7 ago 2017, 14h21 - Publicado em 4 ago 2017, 19h00

Nascido no Líbano e radicado no Brasil, o artista Camille Kachani desenvolveu uma coleção inventiva de móveis relacionados ao processo de transformação da natureza.

Camille Kachani/Zipper Galeria

Suas peças são objetos híbridos que investigam as condições primitivas dos elementos naturais, usando materiais e objetos do dia a dia para dar novas interpretações. Ele transforma objetos do cotidiano em peças que não têm sentido prático e ganham um novo significado. O resultado é uma aproximação deste objeto comum. Brotam galhos de madeira e folhas nos utensílios e itens como cadeiras, pás e prateleiras.

Camille Kachani/Zipper Galeria

O artista também reflete sobre a questão da esfera pública versus privada. É a natureza que nos pertence ou nós pertencemos à natureza? Essa ideia é expressada através da sua coleção de mobiliário, exposta na Zipper Galeria, na Zona Oeste de São Paulo. Confira mais imagens das peças de Kachani:

Camille Kachani/Zipper Galeria
Continua após a publicidade

Camille Kachani/Zipper Galeria
Camille Kachani/Zipper Galeria
Camille Kachani/Zipper Galeria
Camille Kachani/Zipper Galeria

Fonte: Design Boom

Continua após a publicidade

Publicidade