Casa Created with Sketch.

Traço de arquiteta

Flávia Pagotti Silva busca sempre inovar na forma, no uso, na função e nos materiais. Aprenda mais sobre design com nossas matérias sobre o tema.

Funcionais, diretas e simples de usar, as criações da paulistana Flávia Pagotti Silva revelam sua consistente formação de arquiteta, diplomada em 1994 pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP). O conceito de cada peça da designer nasce no papel e se desenvolve em diversos croquis traçados a mão. Esses desenhos sucessivos vão solucionando da estrutura à utilização, como ensinam as boas aulas de projeto. “Estou sempre rabiscando”, conta. Além de influenciar o método de trabalho de Flávia, a arquitetura também fornece referências para algumas de suas coleções. Um exemplo é a série São Luiz, na qual um detalhe urbanístico – os azulejos portugueses típicos da capital maranhense – se transforma em estampa para utilitários, luminárias e poltronas. Em sua linha mais recente de mobiliário, Flávia retoma no banco Barco e na cadeira Abraço o traço curvilíneo e ergonômico presente em muitas de suas peças anteriores e reafirma sua preocupação com o uso responsável dos recursos naturais. “Meus móveis só empregam madeira de reflorestamento ou demolição”, garante. A seguir, confira trechos da entrevista concedida pela designer.

Trabalho reconhecido No ateliê de Flávia Pagotti Silva, esboços em cadernos contam um pouco da trajetória da designer, que se especializou na criação de produtos no Royal College of Art, em Londres, entre 1999 e 2001.

Casa Claudia: O que mudou para os designers desde que você retornou ao Brasil e começou a atuar na área?

Flávia Pagotti Silva: Hoje as fábricas valorizam mais o nosso trabalho. Elas perceberam que o designer é necessário e agrega valor às peças e ao processo de produção. A concorrência está muito maior, mas temos mais espaço no mercado.

 

Casa Claudia: A arquitetura brasileira é um tema para suas criações?

Flávia Pagotti Silva: É uma influência importante. Não só nas referências visuais, mas principalmente no processo de desenvolvimento dos produtos, em que uso muito do que aprendi como arquiteta.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s