Seis modelos de ferros de passar roupa

Os modelos a seco são mais em conta. Os que usam vapor deixam as roupas lisinhas em menos tempo. Ao comprar, também vale verificar peso, potência e comprimento do fio.

Por Texto Roberto Da Costa Atualizado em 21 dez 2016, 00h19 - Publicado em 19 out 2010, 18h56

Fique atento:

– A etiqueta das roupas indica a temperatura máxima aceita. O desenho de um ferro com um ponto dentro significa 110 ºC. Com dois pontos, 150 ºC. Com três, 200 ºC. Quando há um X, o tecido não deve ser passado.

– Nos ferros a vapor, coloque apenas água no reservatório. Amaciantes e outros produtos podem estragar o equipamento e levar à perda da garantia do fabricante (em geral, de um ano).

– “Nunca esfregue palha de aço”, alerta Joaquim Alfani, gerente de produtos da Arno. Limpe a base usando um pano umedecido e detergente neutro, sempre com o ferro desligado e frio. Espalhe um pouco de lustra-móveis na superfície se quiser que deslize mais.

Preços pesquisados em lojas online em 8 de outubro de 2010, sujeitos a alteração. Se preferir, imprima a página do site e leve ao endereço físico para tentar pechinchar.

Continua após a publicidade
Publicidade