Robótica e mundo animal rendem belas estruturas com fio de seda

Estudo do MiT mistura robótica a soluções construtivas do mundo animal para tecer estruturas tridimensionais

Por Liège Copstein Atualizado em 20 dez 2016, 18h23 - Publicado em 28 fev 2014, 19h49
02-com-fio-de-seda

Projeto do Massachusetts Institute of Technology (MIT), o Silk Pavilion resulta de uma investigação sobre a relação entre a manufatura digital e a biológica. Ao redor do esqueleto de metal, um braço mecânico acionado por computador executou a trama inicial de fios de seda. Depois, 6,5 mil lagartas finalizaram a construção. “As variações que elas adotam em relação a luz, calor e outros elementos são um tipo de computação biológica”, diz a pesquisadora Neri Oxman. “Se pudermos reproduzir isso, teremos enxames de nanoimpressoras concebendo projetos em grande escala no futuro.”

Publicidade