Casa Created with Sketch.

Mobly lança móveis de estilo contemporâneo para acomodar os pets

A linha ONG Pets terá parte de seus lucros destinados ao Instituto Amor em Patas

Linha de móveis ONG Pets, da Mobly A linha ONG Pets acomoda os bichinhos e integra seus móveis à decoração

A linha ONG Pets acomoda os bichinhos e integra seus móveis à decoração (divulgação/Mobly/Casa.com.br)

A Mobly acaba de lançar a segunda edição de sua linha ONG Pets, composta de móveis com design contemporâneo, que têm a proposta de decorar, e, ao mesmo tempo, acomodar os animais domésticos. Para divulgar os produtos, no último ano a marca fez uma parceria com o Instituto Amor em Patas, tendo como “modelos” das fotos seis bichinhos que foram adotados graças à ONG.

 

 

 

Agora, com a pandemia de Covid-19, a proposta do lançamento é arrecadar ainda mais fundos para cuidar dos animais que estão na ONG à espera de adotantes. O Instituto Amor em Patas já resgatou e acolheu mais de três mil bichos.

Aparador para bgatos da Mobly Os gatinhos vão adorar o Aparador Bourbon, que tem redes de tecido para eles descansarem

Os gatinhos vão adorar o Aparador Bourbon, que tem redes de tecido para eles descansarem (divulgação/Mobly/Casa.com.br)

Para que este trabalho possa continuar sendo realizado, parte dos lucros das vendas da linha será destinada à ONG. “Apesar dos muitos esforços por parte dos voluntários, ainda estamos em situação de emergência, sem a possibilidade de resgatar novos animais e com muita dificuldade para manter os que já abrigamos”, conta a idealizadora do Amor em Patas, Nadine Marini.

Linha ONG Pets, da Mobly Tobias estrelou a primeira campanha da parceria e hoje vive feliz em um lar. Ao lado esquerdo da imagem, a mesa redonda com caminha faz parte da linha.

Tobias estrelou a primeira campanha da parceria e hoje vive feliz em um lar. Ao lado esquerdo da imagem, a mesa redonda com caminha faz parte da linha. (divulgação/Mobly/Casa.com.br)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.