Casa Created with Sketch.

Livro reúne as principais cadeiras e poltronas de design brasileiro

Com curadoria do designer Zanini de Zanine e do galerista Marcelo Vasconcellos, livro reúne uma seleção de 190 cadeiras, poltronas e bancos de 60 designers brasileiros.

capa cadeiras

 (/)

Desenhando com imagens a linha evolutiva do mobiliário nacional, a edição “Design Brasileiro de móveis – cadeiras, poltronas e bancos” é o primeiro de uma série da Editora Olhares, que se propõe a fazer uma compilação de ícones representativos das mais variadas vertentes do design nacional, entre 1928 e 2013. Nesse volume estão reunidas 190 peças, assinadas por 60 nomes, selecionadas por uma dupla de peso: o designer Zanini de Zanine, filho do arquiteto José Zanine Caldas, e Marcelo Vasconcellos, o nome por trás da MeMo, galeria bacana na rua do Lavradio, centro carioca. Nas páginas, não há texto, só imagens, como explica a introdução: “Abrimos mão de reunir as narrativas pessoais e privilegiamos evidenciar os contrastes e a linha evolutiva coletiva do mobiliário brasileiro. Esperamos oferecer ao leitor uma visão aberta, antidogmática e principalmente plural da diversidade criativa deste segmento. Escolham seus assentos, boa leitura”.

Batemos aqui um papo rápido com um dos curadores, Zanini de Zanine, ele também designer com vários prêmios no currículo. Inclusive de cadeiras.

zanini-de-zanine

 (/)

O que define, para vocês, uma cadeira com um desenho notável?

Notável é aquela peça que traz, em seu traço e materiais utilizados, informações e pistas sobre a cultura brasileira. Queríamos revelar, em cada imagem, os bastidores: formas, processos, cores, qualidades e defeitos de cada exemplar escolhido para compor o livro.

Quais são as cadeiras ícones?

A Três Pés, de Joaquim Tenreiro, a Chaise Longue, de Oscar Niemeyer e Ana Maria Niemeyer, a Poltrona Mole de Sérgio Rodrigues, a poltrona Bowl, de Lina Bo Bardi, a Namoradeira de José Zanine Caldas e a cadeira Vermelha dos Irmãos Campana.

Quem são os designers brasileiros que desenharam mais cadeiras?

O livro não quantifica a produção de cada designer, na verdade, traça uma trajetória do móvel da era moderna à contemporânea. Por isso, fica complicado citar números.

Você indicaria algum material para apostar, o “futuro” das cadeiras?

Eu pessoalmente apostaria na fibra de carbono.

Quais cadeiras vocês gostam mais?

Gostamos de alguns. Sofá Fardos, de Ricardo Fasanello; Cadeira Favela, dos Irmãos Campana; Poltrona Kilin, de Sergio Rodrigues; Cadeira Rampa, de Sergio Bernardes.

Design brasileiro de móveis – cadeiras, poltronas, bancos

Organizadores: Marcelo Vasconcellos e Zanini de Zanine

Editora Olhares | 220 páginas

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.