Garrafas PET são transformadas em peças de design em Canoas (RS)

Coleção de luminárias foi confeccionada com garrafas por uma cooperativa e uma dupla de designers

Por Marcel Antonio Atualizado em 14 dez 2016, 12h05 - Publicado em 19 nov 2015, 19h25
01-luminarias-casulo_paula_vinhas

Na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, garrafas pet são utilizadas para criar peças de design. Promovido pela Cooperativa Casulo e coordenado pelas designers Tina Moura e Lui Lo Pumo, o projeto este ano fez das garrafas de plástico, luminárias para a Coleção Luminós. As criações foram até expostas em um museu da cidade, o Casa de Artes Vila Mimosa, no final de outubro. Além de possibilitar o desenvolvimento das obras, o trabalho é importante por ser comercializado e ser revertido em renda a pessoas da cooperativa, muitas das quais com dificuldades econômicas. “Com esta renda aqui, consegui pagar a escritura da minha casa”, ressalta a cooperativada Maria Salete de Camargo, de 58 anos, que trabalha há cinco anos na Casulo.

02--luminarias-casulo_paula_vinhas-(2)

A Cooperativa integra um trabalho da prefeitura para transformar a cidade e está incubada no Movimento Ação por Canoas (MACA) e na Secretaria de Projetos Especiais. Outra ação desenvolvida é a criação de objetos decorativos espalhados pelo município nessa época natalina. Neste ano, por exemplo, a Casulo fez uma cenografia natalina usando 300 mil garrafas PET. Em 2012, o projeto de Natal foi certificado pelo prêmio Sustentabilidade na Conferência RIO+20, um dos mais importantes eventos de discussão sobre sustentabilidade do mundo. “Transformar o que é rejeitado em arte, proporcionando renda, é um sonho que vemos virar realidade na Cooperativa Casulo”, destaca o prefeito da cidade Jairo Jorge. 

03-luminarias-casulo_paula_vinhas-(3) 04-luminarias-casulo_paula_vinhas-(4)
Continua após a publicidade

Publicidade