Garrafas de licor

Agrupá-las sobre a mesa de centro.

Por Reportagem Visual CRISTINA BAVA Foto LUIS GOMES Atualizado em 20 dez 2016, 20h31 - Publicado em 28 jun 2007, 10h30
Um título para uma foto sem titulo

Na sala da arquiteta Vanessa de Barros, as licoreiras migraram do bar e ganharam a função de enfeite no centro da sala. “Prefiro deixá-las vazias, pois isso valoriza o desenho das peças e evita manchas no cristal”, diz. Além de bonitas, as garrafas evocam memórias: o modelo com faixas amarelas e relevos de flores, Vanessa recebeu da avó, o mais alto pertenceu à bisavó e o quadrado foi presente de casamento. “Gosto de criar pequenas coleções, misturando objetos de épocas, origens e estilos diferentes.” Colares de sementes comprados em Caravelas, no litoral sul baiano, envolvem a peça central e arrematam a composição.

Essa matéria foi publicada na Revista Casa Claudia em dezembro de 2006

Publicidade