Fios conferem leveza ao design e à arquitetura

Tramadas ou tensionadas, linhas conferem delicadeza à moda, ao design e à arquitetura. Inspire-se nas propostas a seguir.

Por Por Denise Gustavsen Atualizado em 14 dez 2016, 12h04 - Publicado em 17 dez 2013, 20h49

Acostumado a usar a cidade como superfície para suas criações, o artista de rua americano Hottea fez poesia ao amarrar fios coloridos à ponte que liga Manhattan ao Brooklyn, em Nova York. Tão simples, a ideia ajudou a suavizar o trajeto entre ilha e continente. Na VDL House, ação semelhante reviu a transparência radical imaginada pelo arquiteto Richard Neutra 75 anos atrás. As fronteiras inexatas entre interior e exterior foram refeitas por cordas de cetim presas em esquadrias de alumínio fxadas no teto. “Um truque espacial”, disse a artista Bryony Roberts, autora da intervenção. O artifício aparece também em menor escala: da poltrona macia, capaz de acolher o corpo, a uma divisória que quebra a noção de profundidade. Sem falar em roupas, claro.

Publicidade