Reforma da sala para um casal de noivos

Um presente antecipado de casamento pegou de surpresa a leitora catarinense Lidianne Luz Grams: a decoração de sua sala de 13,80 m².

Por Texto Letícia Wilson (SC) Fotos Alessandro Gruetzmacher (SC) Ilustração Alice Campoy Atualizado em 9 set 2021, 23h51 - Publicado em 5 jan 2017, 15h42

O ano de 2011 é um marco para Lidianne Grams e Vinícius da Cunha. Em março, adquiriram um apartamento antigo de 47 m2, na parte continental de Florianópolis. Em novembro, quando ela se formar em publicidade e ele em multimídia, trocarão alianças. Até lá, reformam o endereço, que pediu hidráulica e elétrica novas e outros consertos. “O Vinícius montou acampamento aqui para lixar e pintar o quarto no tempo que sobra”, conta a noiva. Não é porque havia tantas coisas boas ocorrendo que não podia surgir mais uma… Então, a universitária abriu sua sala à arquiteta Taís Marchetti Bonetti, do Marchetti + Bonetti Arquitetos Associados. “É nesse espaço que vamos reunir nossos amigos. Queria que fosse lindo!”, fala a moça. Taís projetou mesa e rack, apostou em móveis bem versáteis e renovou um sofá da moradora. “O ambiente tinha de ser leve e jovial, como eles”, diz a profissional.

Total ocupação

• A parede (1) do sofá é quase 1 m maior que sua oposta, o que permitiu uma mesinha lateral. A abertura da porta (2) foi invertida para aproveitar melhor a área.

• Objetos pessoais se fundem à decoração, como as bonequinhas feitas pela mãe de Lidianne, a artesã Roseli da Luz. De pano e recheadas de pó de mármore.

Novo e usado se misturam

• Invertida a abertura da porta, surgiu uma espécie de hall, com um espelho já pertencente à moradora e um aparador novo. Esse móvel também pode receber o notebook na hora do trabalho: basta puxar uma cadeira da sala de jantar.

• A área reduzida exigiu mobiliário sob medida. Dois módulos e um nicho aberto compõem o rack e conectam o estar ao jantar. O móvel se estende sob a mesa, atuando como apoio.

• O painel de fotos montado pelo casal foi incorporado à ambientação e determinou a largura da mesa. “O aproveitamento do espaço foi excelente. Pensávamos que não caberia tudo aqui”, reconhece Vinícius. “Calculamos cada centímetro para dar tudo certo”, argumenta Taís.

• O piso laminado de madeira foi mantido, e seus pequenos danos escondidos sob o tapete de sisal na área de estar. “Não valia a pena substituir o revestimento, porque a reforma que depois faremos na cozinha e no banheiro poderia estragá-lo”, pondera Lidianne.

À procura de leveza

• “No sofá, trocamos o algodão já rasgado por sarja, que tem manutenção simples”, explica Taís. “E elegemos uma cor neutra para não pesar.”

• O casal teve receio de uma das sugestões: pintar de um verde forte a parede principal. Preferiu um único tom de off-white (Algodão Egípcio F/100, da Suvinil) para toda a área.

• Libélulas de plástico metalizado decoram a superfícieacima do sofá. Já vêm com adesivos, facilitando a aplicação. “Os moradores podem mexer na formação sempre que quiserem”, diz a arquiteta.

• As mesas laterais – que ainda podem ser usadas no centro da sala – ocupam um canto difícil, em função do ângulo da parede.

Rack é curinga: apoia a TV e guarda a louça

• Ao instalar uma cortina que vai de uma parede a outra, a arquiteta disfarçou o bico da construção.

• “Para não comprometer a circulação, projetamos um rack pouco profundo”, conta Taís, que escolheu portas do tipo basculante para os módulos. “Eles serão usados como um bufê, guardando nossas louças”, explica Lidianne.

• Já que um dos objetivos do casal é receber bem os amigos, era preciso planejar o máximo de assentos. O sofá, a cadeira de apoio do estar e as quatro peças que escoltam a mesa de jantar permitem acomodar até oito pessoas.

Marcenaria Mesa (1,60 x 0,98 m), rack com dois módulos (90 x 40 x 40 cm* cada) e nicho (1,35 x 0,40 x 0,40 m). De MDF revestido de laminado no padrão Harlem. New (Inove Móveis)

Pés da mesa

Feitos de alumínio polido. Compensados Fernandes

Cadeiras de jantar

Continua após a publicidade

De alumínio, fibra sintética e couríssimo. Espaço das Cadeiras

Aparador

Com 80 x 35 x 80 cm, é de madeira pintada de branco. SJ Móveis Rústicos

Reforma do sofá

A peça (2 m de largura) perdeu 10 cm em cada braço e ganhou revestimento de sarja peletizada castor. Erika Tecidos (8 m). 

Mesa lateral

Indi, com duas peças encaixáveis de vidro e alumínio polido. Tok & Stok

Cadeira do estar

Modelo Milano, de alumínio e couríssimo bege. Espaço das Cadeiras

Tapete de sisal

Mede 1,50 x 1,50 m. Havan

Libélulas

Pacote com 20 unidades de plástico. Tok & Stok

Cortina

De linho cru (2,50 x 2,45 m), com varão de alumínio. Espaço da Cortina

Plafon de vidro

Cassol

Tintas

Paredes: dois galões (3,6 litros cada) de acrílico premium Algodão Egípcio F/100. Portas: galão de branco acetinado. Teto: galão de branco fosco. Casa do Pintor

Pintor

Walmor Manoel do Nascimento Jr.

Pedreiro

Inversão da porta de entrada. Sandro do Nascimento

Abajur

Pé de alumínio preto Aline e cúpula de tecido Times.Tok & Stok

Decoração

Almofadas, caixas e porta-retrato. Tok & Stok

“Será ótimo voltar da lua de mel e receber os amigos nesta sala moderna, com espaço para os presentes.”

Lidianne, acompanhada do noivo, Vinícius

 

Continua após a publicidade

Publicidade