Perfeito para quatro

Acabamentos elegantes e uma mexidinha na planta deixaram o apartamento de 73m², em Niterói, RJ, como os moradores tinham em mente.

Por Texto e reportagem visual: Daniela Arend (RJ) | Fotos: Andrea Marques - Fotonauta (RJ) Atualizado em 10 set 2021, 00h18 - Publicado em 17 out 2016, 18h00

O endereço era novinho, mas nem por isso a satisfação estava garantida. Os proprietários não gostavam dos revestimentos definidos pela construtora e queriam trocar alguns deles por materiais mais nobres, como pastilhas e papel de parede. Também questionavam a distribuíção do espaço. Pensando em dar mais conforto ao casal com dois filhos adolescentes, a designer de interiores Ana Meirelles se debruçou sobre a planta e traçou a solução: se desfez do quarto de empregada e aproveitou essa área para criar uma despensa, alterar o dormitório da menina e ampliar a suíte dos pais. Assim, conseguiu lugar para os requisitados armários planejados. “Otimizei a metragem disponível projetando um mobiliário sob medida”, diz Ana. “Isso tornou os ambientes funcionais, sem que pareçam abarrotados”.

  • A área da sala de jantar só comportava uma mesa com quatro cadeiras. Para valorizá-la, Ana elegeu um lustre vistoso e um papel de parede com grafismo brilhante.

  • O hall de entrada é aproveitado por um bar suspenso, fechado por portas e com iluminação interna. Acompanhando o desenho, uma prateleira baixa de madeira apoia arranjos decorativos.
  • O predomínio de tons claros dá amplitude. Cores fortes? Apenas nos complementos.

Nova distribuição

  • Uma parte da dependência de empregada original virou despensa (1) e a outra foi incorporada ao quarto da filha (2)
  • O cantinho da menina ganhou espaço de um lado e perdeu do outro, por causa do recuo (3) da parede que faz fronteira com a suíte dos pais, agora maior.

Continua após a publicidade

A cozinha bem distribuída inclui bancada para lanches

Continua após a publicidade

  • Portas de correr de vidro jateado separam o fogão da área de serviço. Os varais de roupa lavadas não ficam tão visíveis, além de se protegerem parcialmente da gordura e do cheiro de comida. Já a cozinha, sem janelas, ganha luz natural.
  • Pastilhas de vidro causam boa impressão, mas não são lá muito baratas. Usá-las em áreas pequenas – como no frontão da pia – é a dica para gastar pouco, sem abrir mão do charme. O restante dos revestimentos originais foi mantido.

  • Atrás da bancada estreita com tampo de vidro, Ana Meirelles investiu nos acabamentos, aplicando uma plotagem (Adesivo vinílico) com motivo exclusivo e uma faixa de espelho que dá profundidade ao ambiente.

Continua após a publicidade

Na suíte, o casal conquistou mais armários após a reforma

Continua após a publicidade

  • Uma área de 1,10 m² foi incorporada ao quarto, abrindo lugar para mais um guarda-roupa com duas portas de correr. A cama ficou parcialmente embutida junto ao pilar existente. Para não perder o espaço adquirido, a designer dispensou a cabeceira e emoldurou o canto com papel de parede.
  • Só há um criado-mudo, já que a outra lateral é ocupada por um dos armários. No momento da leitura, os moradores se valem da luz produzida pelos spots embutidos no forro.
  • Note, no reflexo do espelho, que há uma televisão de LCD de frente para a cama. Fixada na parede, libera a circulação.

  • No banheiro, a amplitude e a leveza são asseguradas por um grande espelho e pelo boxe de vidro.

Continua após a publicidade

Cada filho conta com seu próprio espaço

  • O branco compõe a base dos dois quartos. “Cores claras sempre trazem a sensação de amplitude”, ressalta Ana.

  • Somente a marcenaria planejada para dar conta de todas as necessidades dos jovens moradores! Um dos pedidos especiais era criar cantos de estudos para ambos. E assim foi feito.

  • O dente no quarto da menina é resultado da reforma que ampliou a suíte dos pais. Nesse espaço emoldurado com réguas de laminado melamínico, fica o computador da menina, sobre a bancada de vidro encaixada no nicho.
  • Um pranchão de madeira ligando uma parede à outras serve de mesa de trabalho para o rapaz, que dispõe de uma bicama padrão.
  • A janela do quarto do jovem ganhou uma persiana de madeira que harmoniza com a decoração

Continua após a publicidade

Banheiro aproveita a claridade de lâmpadas e revestimentos

Continua após a publicidade

  • O ambiente que serve aos filhos e às visitas é pequeno e não tem janela. Por isso, recebeu iluminação cuidadosa, uma associação de lâmpadas PAR 20 acima da bancada, mangueira luminosa atrás do espelho e ponto central embutido no forro.
  • Nada de gabinetes: a área reduzida fica mais leve.
  • A faixa larga de pastilhas de vidro transparentes (Vitrocolori) quebra o império do branco, dando um toque levemente esverdeado à área do boxe. No restante do banheiro, permaneceram os revestimentos originais.
Continua após a publicidade

Publicidade