Jardim pequeno: 10 dicas para quem tem pouco espaço

Aproveite cada centímetro para cultivar o verde. Apresentamos 10 dicas de como cultivar um jardim em uma área pequena

Por Texto: Marcel Antonio | Reportagem: Maria Helena Pugliesi Atualizado em 17 fev 2020, 16h13 - Publicado em 11 fev 2016, 18h46

Você tem pouco espaço em casa, mas quer ter uma área verde para contemplar ou interagir? Abaixo, apresentamos 10 dicas que irão ajudá-lo nessa missão. As sugestões foram dadas pelo paisagista Alex Hanazaki no Curso de Decoração Casa Claudia 2010, que você pode conferir na íntegra neste link.

13

Dica 1. Descubra e defina qual será natureza do seu espaço. Você quer criar um jardim contemplativo (que servirá como um cenário) ou interativo (para o morador/visitante se sentir parte)? Saber o que você deseja é o primeiro passo para definir como criar o jardim.

Dica 2. Os jardins contemplativos são muito comuns em frente da casa e aos corredores laterais. Essas áreas exigem projetos nos quais a distribuição das plantas no espaço seja perfeita.

Dica 3. Para jardins interativos, cercados pela arquitetura da casa ou pelos imóveis vizinhos, plantas de meia-sombra e sombra são as mais indicadas. Mas atenção: na hora começar a criar esse espaço, a sugestão é distribuir, num primeiro momento, os elementos decorativos (como os bancos) e, só então, decidir o tamanho dos canteiros, as espécies de cada espaço etc.

Dica 4. Em terraços abertos, onde bate muito vento, são indicadas espécies com folhas duras, como bálsamo, cica, viburno, gardênia, azaléia e buxinho. Essa característica fará com que a planta se mantenha viva e inteira por mais tempo, não sendo destruída pelas rajadas.

Continua após a publicidade

Dica 5. Se você tem uma área fechada, como uma varanda, seu problema não será o vento e sim o calor que os vidros geram, podendo desidratar as plantas. É preciso ficar atento à rega dessas espécies e a sugestão é manter as janelas abertas, permitindo a ventilação do cômodo. Nessa situação, as frutíferas são espécies indicadas, como a mexeriqueira, o limoeiro, a jabuticabeira etc.

Dica 6. Se você tem uma área que bate sol, entre as espécies indicadas estão as aromáticas. Invista nelas.

Dica 7. Hortinhas são bem-vindas para espaços pequenos e podem até ser úteis para você cultivar temperos que irá utilizar na hora de cozinhar. Para fazer uma, privilegie húmus de minhoca (para enriquecer de nutrientes a terra). Uma ideia é criar uma composição com cachepôs de madeira ou metal e, em cada peça, cultivar uma espécie diferente.

Dica 8. Para assegurar um visual belo e harmônico, é importante investir em vasos feitos do mesmo material. No entanto, eles não precisam ser necessariamente da mesma cor e tamanho. E, claro, combine os vasos com o mobiliário.

Dica 9. Os jardins verticais são muito usados (e indicados) para os pequenos espaços e para áreas cercadas por grandes muros. Mas é preciso ficar atento às espécies eleitas para compor esse cenário. Brinco-de-princesa, samambaia e peperômias estão entre as mais sugeridas.

Dica 10. Topiaria, técnica de poda para deixar a planta menos volumosa, é um bom recurso para economizar espaço no jardim e criar belos cenários.

Continua após a publicidade

Publicidade