Como plantar e cuidar de jiboia

Este guia de cultivo irá te ajudar a manter esta planta de interior durante todo o ano

Por Redação Atualizado em 29 jul 2022, 19h46 - Publicado em 30 jul 2022, 19h00
Jibóia
Jonny Forsey / Alamy Stock Photo/Gardeningetc

A jiboia é uma das plantas mais fáceis de cultivar e por isso é muito indicada para jardineiros iniciantes. Amada por seus caules exuberantes e frondosos, a espécie também é conhecida por hera-do-diabo.

Esta trepadeira também pode ser confundida com um philodendron scandens ou folha de coração que se parecem muito.

Existem alguns tipos de jiboias coloridas, se as espécies variegadas de verde e amarelo não se adequarem ao seu interior. ‘Neon’ possui folhas amarelas que fornecerá um toque de cor brilhante, ou experimente ‘Marble Queen’, com seu visual rico em verde e creme.

Jibóia
Pramote Soongkitboon / Alamy Stock Photo/Gardeningetc

A jiboia é originária das ilhas da Polinésia Francesa no Pacífico e pode realmente ajudar a transformar seu jardim interno em um paraíso tropical.

Acredita-se que o nome hera do diabo surgiu porque é uma planta muito difícil de matar e se recupera após períodos de negligência, o que também explica por que é tão popular.

Confira os principais cuidados para ter um cultivo de sucesso:

Mantenha-o fora da luz direta do sol 

Jibóia pendurada em estante
Reprodução/Pinterest

Este tipo de planta prefere a luz indireta, ou seja, coloque o vaso longe de uma janela brilhante. Por ser uma trepadeira, a jiboia costumava subir da luz manchada no chão da floresta até um dossel frondoso, então tente replicar essas condições de iluminação em sua casa.

Procure um local com claridade e fora do alcance do sol direto para um crescimento ideal, pois muito sol pode causar queimaduras e branquear as folhas.

Jibóia posicionada em cesta na estante
Anna Mueller / Alamy Stock Photo/Gardeningetc

Saiba também que a espécie cresce bem em baixos níveis de umidade, para que possa ser cultivada com sucesso como planta de interior, além de ser adequada para a maioria dos cômodos.

Mas, em áreas mais escuras, sua muda pode não crescer tão rapidamente e pode perder sua variegação, ficando principalmente verde.

Lembre-se também de que, com o passar do tempo, os cuidados incluirão a necessidade de espaço suficiente para que seus caules cresçam, seja subindo um poste ou descendo de uma prateleira ou suporte de plantas alto.

Dê bastante liberdade para os seus caules

Jibóia em cozinha
Decorfácil/Reprodução

A espécie tem belas folhas verdes e amarelas em forma de coração ou lança que se formam em caules longos e flexíveis, que podem ser deixados pendurados em uma vaso em uma prateleira, ou treinados em um poste de musgo ou ao longo de fios horizontais fixados em uma parede.

Cozinha decorada com jibóias em cascata.
Ali Elshabrawi/the spruce

Pendurada em uma cesta, onde seus caules podem trilhar elegantemente pelas laterais, a jiboia se tornará em uma grande planta ao longo do tempo, com cada haste atingindo vários metros de comprimento.

Continua após a publicidade

No entanto, se você quer flores, esta não é a espécie para você, pois uma deficiência genética significa que ela nunca produz flores, reproduzindo-se através de seus caules e raízes.

Regar não mais de uma vez por semana 

Jibóia em cima de cama
Sian Victoria / Alamy Stock Photo/Gardeningetc

Cultive a sua jiboia em um vaso com orifícios de drenagem na base e regue quando o topo do composto estiver seco, correndo-o sob uma torneira e deixando o excesso de umidade escorrer antes de devolvê-lo a um recipiente à prova d’água.

O composto molhado ou encharcado pode estimular a podridão das raízes e, durante a primavera e o verão, o indicado é regar não mais do que uma vez a cada duas semanas.

Jibóia em vaso
Crocus/Reprodução

O excesso de água é uma das poucas maneiras de matar essas plantas de interior de baixa manutenção, mas elas se recuperam rapidamente se regadas após um período de negligência. Ademais, inclua uma dose de fertilizante líquido balanceado uma vez por mês da primavera ao outono.

Problema comuns

Prateleira com plantas e jibóia
Paula Souza/Reprodução

A espécie é realmente quase indestrutível, uma vez que geralmente é resistente à maioria das pragas e doenças. Porém, a jiboia pode ocasionalmente sofrer de cochonilhas, ácaros, escamas e tripes, que conseguem viver nos cubículos entre os caules e a parte inferior das folhas.

Caso você detectar uma praga ou os danos que ela causa, lave sua planta no chuveiro ou use um pano úmido para remover os bichinhos da melhor maneira possível.

Jibóia em vaso suspenso

Se as cochonilhas, que parecem pequenas saliências duras, persistirem, tente enxugá-las com um cotonete embebido em um pouco de álcool metilado.

A planta é tóxica para gatos?

Gato ao lado de vasos de plantas
Animal vision / Alamy Stock Photo/Gardeningetc

Infelizmente, sim, a espécie é tóxica para gatos e outros animais de estimação se ingerido. Se o seu gato deu uma mordida sorrateira, ele pode mostrar sinais de dor de estômago e começar a vomitar – uma visita ao veterinário geralmente é uma boa ideia se você estiver preocupado.

Você pode desencorajar qualquer bichinho curioso colocando a hera do diabo no alto de uma prateleira ou em um suporte de plantas, ou tente usar cascas de frutas cítricas ao redor da base para detê-los.

Por que a minha jiboia está ficando amarela?

Jibóia ao lado de sofá branco
miya227/Getty Images

Tal como acontece com muitas plantas de interior, a rega incorreta traz consequências para a muda. As folhas amareladas geralmente são causadas por excesso ou escassez de água.

Folhas caídas que lentamente se tornam amarelas e depois ficam secas, geralmente são um sinal de que sua muda precisa de uma boa água. Por outro lado, as folhas que de repente ficam amarelas pálidas antes de ficarem marrons são um sinal de excesso, então dê um descanso e espere-a secar.

Se o composto estiver encharcado, replante sua planta em um recipiente com orifícios de drenagem na base e não regue por algumas semanas até que ela se recupere.

*Via Gardening Etc

Continua após a publicidade

Publicidade