Casa Created with Sketch.

Designers exploram novas maneiras de usar tecidos em móveis

A dinamarquesa Kvadrat convocou designers do mundo todo a serem criativos com os produtos da marca

Em resposta ao convite de Kvadrat para experimentar cores e formas e ilustrar o potencial dinâmico de seu material, muitos designers exploraram as propriedades macias do tecido com peças que sustentam o corpo em uma posição relaxada. Knit! (Tricotar!, em tradução livre) mostra o trabalho de 28 designers internacionais e inspira maneiras novas e surpreendentes de usar os tecidos de malha da empresa.

 (Reprodução/Domus Web)

O designer Wataru Kumano, de Tóquio, construiu uma estrutura de madeira para segurar um assento acolchoado que segura o corpo como uma rede, enquanto a designer suíça Julie Richoz usou o tecido de forma semelhante para criar uma estrutura macia semelhante a uma tenda.

 (Reprodução/Domus Web)

Os designers aprimoraram a qualidade tátil do estofamento com formas exageradas que comunicam conforto. A dupla Studio Truly Truly, de Roterdã, produziu um assento em formato de travesseiro que parece flutuar sobre uma base de vidro transparente. Ja a designer de Chicago, Ania Jaworska, também joga com o contraste, combinando cadeiras estruturais com seções protuberantes de estofamento.

 (Reprodução/Domus Web)

Curiosamente, alguns designers se afastaram das expectativas e renderizaram o tecido de malha em formas rígidas e angulares. Ana Kraš, sediada em Nova York, criou cadeiras geométricas com ocultas sob uma estrutura de metal que corre ao longo da borda.

 (Reprodução/Domus Web)

Enquanto isso, o designer holandês Bertjan Pot usou fita adesiva colorida que é derretida para se tornar uma só com o tecido para conseguir uma bainha marcante para seus cobertores.

Em um período de distanciamento social, os designers consideraram como os móveis podem funcionar como uma ferramenta para a união. O designer australiano Adam Goodrum desenvolveu poltronas arredondadas que se encaixam em um sofá em forma de S, onde as pessoas podem ficar juntas, sentadas separadas. E o estúdio Visibility de Nova York produziu uma estrutura de assentos circular que reimagina as mesas de jantar do Oriente Médio. Enquanto isso, a cadeira conceitual do Yinka Ilori Studio, com sede em Londres, tem encostos ajustáveis ​​para apoiar quatro pessoas sentadas em várias direções.

 (Reprodução/Domus Web)

A Kvadrat também lançou uma versão digital da exposição, com áudio-descrição feita pelos designers, que pode ser vista no site da marca.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s