Casa Created with Sketch.

Reforma transforma escritório em quarto de bebê minimalista

Além da transformação do cômodo, a arquiteta Karen Pisacane também reformou o quarto do filho mais velho que acomodará, no futuro, os dois irmãos

 (Julia Ribeiro/Divulgação)

Transformar um escritório em quarto infantil: foi este o principal desafio da arquiteta Karen Pisacane durante a reforma neste apartamento, nos Jardins, em São Paulo.

Com a ideia de que o ambiente fosse bem clean e que reaproveitasse tudo o que se tinha – de um jeito novo –, Karen propôs transitar da antiga paleta azul e cinza para um verde, responsável por dar uma cara totalmente nova ao quarto.

 (Julia Ribeiro/Divulgação)

“Eu adoro a leveza do quarto do bebê”, conta a arquiteta. “Achei que o tapete de urso, o papel de parede de floresta em tons claros e os quadrinhos de bichos deram uma personalidade sem pesar no quarto”, diz ela.

Marcado por um décor minimalista, o ambiente se transformou em uma área perfeita para o descanso, acolhimento e momentos de lazer da criança.

 (Julia Ribeiro/Casa.com.br)

Mas a reforma deste quarto foi apenas parte de um projeto maior: transformar também o quarto do filho mais velho que, no futuro, irá acomodar os dois.

“Fizemos duas camas para depois facilmente adaptar o filho mais novo, mas, enquanto isso não acontece, fica uma grande camona”, conta Karen sobre o segundo quarto. 

 (Julia Ribeiro/Casa.com.br)

A ideia da arquiteta era não diferenciar muito os espaços para não gerar ciúmes ou brigas futuras entre os irmãos.

“Tudo foi feito igualmente”, diz a arquiteta. “E ainda colocamos um futon que, quando aberto, pode ser uma caminha extra para amiguinhos e, quando fechado, um futon para o canto de leitura dos livrinhos”, diz ela.

 (Julia Ribeiro/Divulgação)

Já que o filho mais velho ama transportes, a profissional se inspirou em montanhas e aviões para o projeto do quarto. “Então o lambri em volta da cama, além de camuflar o acesso à condensadora do ar-condicionado, serve também como um apoio e pista para os carrinhos”, diz ela. 

A paleta de cores deste cômodo, por sua vez, manteve-se em tons neutros de azul e cinza, principalmente na pintura da parede e acessórios. Para permitir uma mudança futura, a base é branca.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s