Quarto de bebê tem tons suaves, mas foge dos temas infantis tradicionais

A arquiteta Paula Carvalho, autora do projeto, também usou acessórios que combinassem com a paleta rosa acinzentada

Por Yara Guerra Atualizado em 17 dez 2020, 09h50 - Publicado em 28 nov 2019, 17h06
Henrique Ribeiro/Divulgação

Para fugir do rosa tradicional muitas vezes relacionado às meninas, a arquiteta Paula Carvalho projetou esta decoração de quarto de bebê neutro com tons acinzentados e rosa queimado.

Foi esta neutralidade da paleta, aliada à madeira dos móveis e acessórios, que garantiu ao ambiente diminuto (2,5 metros por 3 metros) uma atmosfera aconchegante.

Henrique Ribeiro/Divulgação

“É sempre uma delícia fazer decoração de menina… São infinitas possibilidades, inclusive saindo fora da caixinha”, conta Paula.

“Usando cores como rosa queimado e cinza e inserindo elementos diferentes, como o cisne como adorno, as almofadas estrelas em crochê para compor o kit do berço e aquele toque de Midas com pontos em preto, fugimos do contexto de decoração tradicional”, diz ela.

Continua após a publicidade

Henrique Ribeiro/Divulgação

As prateleiras de ferro ao lado do berço foram as responsáveis por criar alturas e exibir enfeites e brinquedos. A ideia mais inusitada do projeto, porém, fica para a escada: o elemento é um apoio para uma estrela de LED, que serve tanto como elemento decorativo quanto como iluminação suave para o bebê dormir.

Henrique Ribeiro/Divulgação

Outro ponto considerado pela profissional foi usar os tapetes antialérgicos que são itens fundamentais quando se fala de quarto de bebê. A arquiteta ousou ainda em uma sobreposição que não é muito habitual para quartos de criança.

Zero temático, o projeto resultou em um ambiente super gracioso e confortável. Para conferir mais fotos, navegue pela galeria abaixo:

Continua após a publicidade

Publicidade