Casa Created with Sketch.

Estúdio de 40 m² possui mais de 50 plantas espalhadas pelo imóvel

A jovem moradora vê, no imóvel repleto pelo verde, um pequeno refúgio do mundo real

 (Dolores Esparragoza/Divulgação)

O estúdio de quase 40 m² de Dolores Eparragoza, em San Diego (Califórnia, EUA), é definido pela própria moradora como uma “estufa urbana serena”Com mais de 50 plantas espalhadas pelo imóvel, Dolores realmente trouxe para dentro do loft um toque da natureza presente do lado de fora.

 (Dolores Esparragoza/Divulgação)

“Sou uma jovem profissional viajante de 28 anos, de bem com a vida e obcecada por plantas. Meu estúdio é meu pequeno refúgio do mundo real. Como ele é pequeno, tenho que estar atenta aos itens que insiro nele. Eu tenho um grande sofá seccionado, uma cama queen-size, mesa, duas mesas de café e duas mesas de cabeceira”, conta Dolores.

 (Dolores Esparragoza/Divulgação)

“A maneira em que deixo meu espaço confortável é através da adição de plantas em qualquer lugar e em todo lugar que eu puder. Atualmente, estou interessada em jardins verticais e coloco o maior número possível de plantas nas paredes. Sou uma grande defensora de experiências sobre as coisas. Minhas plantas de casa são mais do que decoração. Elas são uma forma de autocuidado e meditação; cuidar de minhas 50 plantas é um lembrete para cuidar de mim”, diz.

O cômodo preferido de Dolores é o banheiro. “É o único cômodo (de fato) no apartamento que simboliza o meu e o santuário. Há tantas plantas por lá que acabam por dar uma atmosfera de cenote-spa. Adoro tomar banho e posso deitar na banheira por horas lendo, meditando e às vezes assistindo Netflix. Comprei um mini projetor apenas para poder assistir a filmes da banheira”, diz a moradora.

 (Dolores Esparragoza/Divulgação)

A residente ainda aconselha que, para criar um lar que você ame, é importante preenchê-lo com itens que o faça ansiar para voltar para casa e que lembrem ocasiões alegres. “O mundo exterior às vezes pode parecer sufocante e sua casa deve ser onde você expira e recarrega”, diz Dolores.

 (Dolores Esparragoza/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s