Casa Created with Sketch.

6 dicas para escolher o coworking ideal

Os ambientes de trabalho conjunto estão cada vez mais populares, eles são perfeitos para criar conexões e também aumentam a produtividade

Espaço Belém, unidade da rede Elephant Coworking.

Espaço Belém, unidade da rede Elephant Coworking. (Divulgação/Casa.com.br)

Já faz algum tempo que os coworkings ganharam espaço entre os brasileiros. O ambiente dinâmico, que foge do modelos tradicionais de escritório, agrada não só os freelancers e startups, mas também empreendedores e empresas já consolidadas.

Com endereços bem localizados, estrutura inovadora, investimento econômico e menos burocracia que os edifícios comerciais, o modelo vem conquistando cada vez mais adeptos.

Para escolher o coworking ideal alguns fatores precisam ser levados em conta. Conversamos com a Elephant Coworking e reunimos seis questões que devem ser avaliadas para tomar esta decisão:

Espaço Coworking em Barcelona, projetado pelo escritório Appareil

Espaço Coworking em Barcelona, projetado pelo escritório Appareil (José Hevia/ArchDaily)

1. Boa localização

Um endereço acessível é importante para fornecer conforto e conveniência à equipe. A proximidade com transporte público, como estações de metrô, e centros comerciais, como shoppings e lojas de varejo, facilita o dia a dia do pessoal. Uma boa localização também pode agilizar o tempo gasto com processos, serviços e outras necessidades da empresa.

Uma outra vantagem são as áreas residências, principalmente se os funcionários morarem próximos à região.

Sinergia Cowork em Palermo, no Uruguai, feito por Emilio Magnone e Marcos Guiponi

Sinergia Cowork em Palermo, no Uruguai, feito por Emilio Magnone e Marcos Guiponi (Marcos Guiponi/ArchDaily)

2. Despesas equivalentes às necessidades

Os locatários precisam ficar atentos para as taxas, optando por preços razoáveis. Não faz sentido alugar um espaço que esgota sozinho os recursos financeiros da empresa – essa dica vale principalmente para empreendedores iniciantes, que ainda não tem definindo o potencial de seu negócio.

Existem alguns tipos de tarifas, no caso dos freelancers, por exemplo, vale optar por taxas semanais ou diárias. Já quando falamos de empresas, a taxa mensal fixa é a ideal porque se mostra mais econômica do que a diária ou a semanal por funcionário.

Coworking Caixa Branca, em São Paulo, projetado pelo designer de interiores Fabiano Mendes de Oliveira

Coworking Caixa Branca, em São Paulo, projetado pelo designer de interiores Fabiano Mendes de Oliveira (Divulgação/CASA CLAUDIA)

3. Administração bem avaliada

Na hora de pesquisar o coworking, dê atenção especial para os comentários sobre a gestão do espaço. Um atendimento de qualidade é essencial para adaptação, melhora da produtividade e bom funcionamento da empresa no local, com o aumento da satisfação dos funcionários.

Um coworking bem administrado precisa fornecer, por exemplo, assistência e recursos para os materiais de escritório, cafeteria ou lanchonete, reservas organizadas, e assistência para reuniões e seminários.

Urban Coworking Airport, em Guarulhos

Urban Coworking Airport, em Guarulhos (Divulgação/Casa.com.br)

4. Espaço bem cuidado

Uma das vantagens de escolher o ambiente de trabalho conjunto é não ter que se preocupar com a aquisição de mobiliário ou manutenção das peças, responsabilidades que ficam à cargo da gerência, assim como a limpeza e funcionalidade de equipamentos e serviços. Um bom coworking precisa suprir essas necessidades e também oferecer serviços de solução para problemas de conexão com a internet, água e eletricidade.

Se você costuma realizar calls, reuniões ou somente precisa de uma área silenciosa às vezes, vale investir em espaços que também disponham de áreas privativas.

Civi-co em São Paulo, projeto de Pitá Arquitetura

Civi-co em São Paulo, projeto de Pitá Arquitetura (Reprodução/Alexandre Oliveira/Casa.com.br)

5. Lugar propício para negócios

O coworking pode se tornar uma ótima oportunidade para conexões. Reuniões, seminários e eventos organizados no local são excelentes para unir freelancers e empreendedores a pessoas ou setores relevantes de grandes empresas.

Além disso, se o seu negócio necessita de criatividade, olhe ao redor, um espaço quadrado com paredes brancas pode não ser o ideal, certo? Um ambiente com paisagem ou uma bela vista é um ótimo aliado na hora ter aquela sacada genial.

Campus São Paulo, assinado pelo SuperLimão Studio

Campus São Paulo, assinado pelo SuperLimão Studio (Divulgação/Casa.com.br)

6. Equilíbrio é a chave de um bom trabalho

Ficar sentado o dia inteiro com os olhos vidrados no computador, sem nenhum momento de descontração não é o sonho de ninguém, e com o passar do tempo torna o funcionário cada vez mais infeliz.

O segredo para um bom trabalho é o equilíbrio, e é exatamente nisso que os coworkings se destacam. O modelo costuma apresentar áreas de descanso e salas de jogos, o uso adequado destas alternativas estimula a criatividade e cria um ambiente ainda mais produtivo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s