Casa Created with Sketch.

Quando a melhor opção é a sanca?

A leitora de MINHA CASA quer disfarçar a fala viga de gesso que esconde os dutos hidráulicos e elétricos que passam pela sala.

11 Uma sanca no caminho

 (/)

Os dutos hidráulicos e elétricos que passam pela sala são ocultos por uma espécie de falsa viga de gesso. Achei a solução incomum e pensei em disfarçá-la rebaixando o teto, mas o pé-direito tem apenas 2,60 m. Francine Portas Tribes, São Paulo.

Esse recurso é recorrente nas novas construções, segundo o arquiteto paulista Elcio Yokoyama, pois facilita possíveis manutenções, já que é mais simples e econômico acessar o encanamento rasgando o gesso, e não a alvenaria. Em nome do conforto, ele aconselha a não rebaixar o teto de todo o ambiente, já que seriam perdidos no mínimo 10 cm e a altura total ficaria no limite do indicado, que é 2,50 m, ou ainda menor. Há, também, questões práticas. “Essa medida poderia deixar o forro muito próximo da janela, dificultando a instalação de uma cortina”, exemplifica Marcelo Libeskind, engenheiro de São Paulo. Os dois profissionais concordam que a melhor alternativa é tirar proveito da sanca. “Que tal refazê-la, estreitando-a, se for possível, e incorporando uma luminária linear ou alguns pontos de dicroica direcionáveis?”, receita Marcelo.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.