Casa Created with Sketch.

Pisos vinílicos: mitos e verdades sobre o revestimento

Descubra o que é verdade e mentira quando o assunto é esse tipo de piso de fácil instalação e limpeza

Escolher o piso é uma das decisões mais desafiadoras na hora de decorar os interiores de uma residência. Ele está presente em todos os ambientes e diante de tantas opções de instalação, formatos, cores e texturas, é normal ter dúvidas na hora de decidir o revestimento ideal.

O piso vinílico tem sido cada vez mais utilizado no Brasil, especialmente pela rapidez na instalação e facilidade de limpeza, além de outros benefícios como o conforto térmico e a absorção acústica.

Os revestimentos vinílicos podem ser novidade para muitas pessoas, porém, mesmo para quem já se diz familiarizado com esses produtos, pode estar confundindo algumas informações. Por isso, junto com a empresa Tarkett, especializada em pisos vinílicos, contamos o que é verdade e o que é mito entre as principais afirmações que são feitas sobre esse tipo de revestimento. Confira!

Piso vinílico é feito de borracha

 (Reprodução/Tarkett/Casa.com.br)

MITO! Essa é uma das principais confusões envolvendo o piso vinílico, talvez por ser um revestimento mais flexível e suave ao toque do que o laminado, a madeira natural e os pisos frios. O piso vinílico, na verdade, é feito de PVC, cargas minerais, plastificantes, pigmentos e aditivos.

Piso vinílico pode ser lavado

 (Reprodução/Tarkett/Casa.com.br)

VERDADE! O piso vinílico pode ser lavado, desde que seja o modelo colado. É importante não deixar água empoçada, pois esse hábito se contínuo e frequente vai levar ao descolamento das placas. É lavar e secar! Os pisos vinílicos clicados não podem ser lavados pois a água penetraria pelas juntas, acumulando no contrapiso.

Piso vinílico pega fogo mais fácil

 (Reprodução/Tarkett/Casa.com.br)

MITO! Os pisos vinílicos devem por norma ser produtos autoextinguíveis, ou seja, caso ocorra um incêndio na residência, trata-se de um produto que não propaga chamas. Verifique sempre a procedência: o piso precisa estar de acordo com a classificação de reação ao fogo dos produtos de construção exigida por norma (ABNT NBR 16626).

Posso instalar piso vinílico sobre outros tipos de piso

 (Reprodução/Tarkett/Casa.com.br)

VERDADE! Ele pode ser instalado sobre outros tipos de piso, como cimento (desempenado ou laje de concreto), cerâmico (juntas inferiores a 5mm), pedras (mármores e granitos polidos, placas bem aderidas, niveladas e juntas inferiores a 5mm), mezaninos travados, pisos elevados (travados e nivelados) e pisos com sistema de calefação.

Não se pode instalar piso vinílico na cozinha

 (Reprodução/Tarkett/Casa.com.br)

MITO! A cozinha é um dos ambientes mais nobres de uma casa, pois está cada vez mais integrada e conectada à vida social dos moradores. O piso vinílico colado é ideal para esse ambiente visto que é resistente e prático para limpar. 

Posso instalar piso vinílico no lavabo

 (Reprodução/Tarkett/Casa.com.br)

VERDADE! Os pisos vinílicos podem ser instalados em lavabos, adicionando uma grande variedade de opções em padrões, cores e texturas para esse ambiente tão importante – afinal, ele atenderá não só aos moradores, mas principalmente as visitas. O piso vinílico apenas não é recomendado para banheiros com chuveiro, pois a umidade excessiva e frequente tende a provocar o descolamento do piso.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.