Home theater: placas de gesso ajudam na acústica

Além de deixaraem os fios dos equipamentos mais organizados, as paredes e painéis de gesso absorvem o ruído e melhoram a qualidade do som na sala de TV

Por Da redação Atualizado em 14 dez 2016, 12h07 - Publicado em 5 dez 2012, 20h10

O home theater é outro ambiente em que a quantidade de fios dos equipamentos pede recursos para escondê-los, como fez a designer paulista Ana Maria Queiroga. Ela aplicou diante da alvenaria uma parede de drywall em vez de quebrar tijolos para a passagem de conduítes. O maior benefício do uso do drywall em home theaters, porém, está na capacidade inerente ao sistema de minimizar a transmissão do ruído externo para dentro do cômodo e controlar o efeito do som que bate e volta em paredes e móveis. Na situação ideal, faz-se um conjunto com placas duplas e colchão de ar – que pode ainda ser incrementado com lã mineral – e a instalação de forro acústico. As placas especiais com perfurações também podem ser usadas para atenuar as reverberações. Mesmo composições mais simples já trazem conforto acústico, como a parede em torno da TV no ambiente do arquiteto Diego Revollo, de São Paulo, e o loft de Hosanna Rodrigues para a mostra Casa Cor Minas Gerais. “Construí a casa de 138 m² em 20 dias usando armação de steel frame, fechamentos externos com placas cimentícias e internos com drywall”, conta a arquiteta mineira.

01-drywall-salas

Sem fios aparentes. Detalhista, a designer de interiores Ana Maria Queiroga optou por construir uma parede de 7,3 cm de drywall, pintada com textura marmorizada, com a finalidade de esconder os fios dos equipamentos do home theater interligados entre si e na tomada.

02-drywall-salas

Espaço para a TV. Nas laterais da faixa central na parede de alvenaria, onde está instalada a TV, o arquiteto paulista Diego Revollo recobriu a superfície com uma estrutura de drywall de apenas 5 cm, espessura suficiente para embutir os trilhos de uma porta de correr.

03-drywall-salas

Fixada na coluna. Sem divisões internas, o loft de Hosanna Rodrigues ganhou uma coluna de 25 cm de espessura para abrigar a TV. “Ela é composta de placas duplas em ambos oslados e um recorte na parte inferior para a instalação de equipamentos complementares”, explica a arquiteta.

Continua após a publicidade

Publicidade