Especialistas elegem seus produtos

Um engenheiro, dois arquitetos e um especialista em luminotécnica passearam pela feira e elegeram produtos curiosos, elegantes e práticos.

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 19h52 - Publicado em 11 abr 2008, 18h14

A revista Arquitetura & Construção convidou profissionais para percorrer os corredores da Feicon e da Expolux e eleger os principais produtos expostos. A reportagem completa você lê na edição de maio. Para o casa.com.br, cada um dos profissionais selecionou três itens das feiras:

Rafael Serradura

O arquiteto Rafael Serradura queixou-se do pouco espaço destinado à iluminação na feira (neste ano, Expolux e Feicon dividem o Pavilhão de Exposições do Anhembi). Em sua escolha de produtos para a revista Arquitetura & Construção e para os internautas do http://www.casa.com.br, ele preocupou-se em pontuar três áreas da iluminação e elétrica:

Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo 1. Automação sem fio

O sistema que mais chamou a atenção de Rafael foi o proposto pela SMS. O Digital Home System e o Digital Home Lighting propõem controle de todos os pontos de luz, abertura de persianas, irrigação de jardim, controle de acesso, equipamentos de áudio e vídeo, ar condicionado e qualquer equipamento elétrico via controle remoto. Mais do que isso – e foi esse o ponto que mais atraiu Rafael – é que a instalação dispensa fios. Tudo é wireless.

2. Leds

Apaixonado pelos Led – os econômicos pontinhos de luz – Rafael ressalta a lâmpada Parathom Par 16 da Osram. Ela tem o formato de uma dicróica e pode ser instalada no mesmo tipo de soquete, mas utiliza a tecnologia do Led na iluminação, por isso gasta muito menos energia. A lâmpada lançada pela Osram está disponível em várias cores e tem a mesma capacidade de iluminar que uma lâmpada dicróica de 20W. Em sua experiência na utilização de leds, ele percebeu que o custo inicial da lâmpada pode ser mais alto, mas com a redução de consumo de energia, em um ano o investimento se paga.

3. Lustre de cristal

Que os lustres Maria Tereza estão com tudo, todos já sabem. Mas Rafael gostou mesmo foi de um modelo exposto pela Pier. Ele tem a estrutura de cristal vermelho, mas a luz que emite não é dessa cor (nada de ambiente com luz de boite, não, não!). Ele também gostou muito da Diva Mega, luminária de 1,20 m de diâmetro, da Blumenox.

Sérgio Patrício Lima

Ele é curioso por natureza e adora itens que facilitem a obra sem diminuir sua qualidade. Com esses olhos, o engenheiro Sérgio Patrício Lima percorreu a feira. Ele ficou um pouco decepcionado com os estantes grandes, que não teriam apresentado grandes novidades. Mas separou três produtos de estandes menores com produtos que ele ainda não conhecia.

Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo

1. Canos sem barulho

Continua após a publicidade

Com o crescimento das construções com drywall, aumenta também a preocupação em isolar acústicamente os canos. Isso porque, ao correr na tubulação, a água pode provocar ruídos que atravessam a alvenaria de gesso e forros. Há vários tipos de isolantes, mas Sérgio ficou impressionado com a manta Sais (Sistema de Absorção de Impacto de Som), da empresa curitibana Caça Ruídos. Ela é de manta de microfibras de elastômero e atenua até 42 db.

2. Impermeabilizante de vidro

Parece estranho, mas faz sentido: sabe aquela sujeirinha que agarra no vidro do boxe, no banheiro, ou aquela fuligem que gruda na janela? É para impedir isso que a Glass Vetro lançou o Cristaliyz. A base álcool vegetal e hidrocarbonetos, ele é aplicado em spray em qualquer tipo de vidro (até jateados). A reaplicação pode ser a cada mês em banheiros e a cada quinzena nas janelas (mas isso depende de quanto em quanto tempo o boxe ou a janela são lavados). A embalagem de 250 ml custa R$ 25.

3. Cisterna

Essa cisterna, da Fortlev, tem como principal vantagem o fato de poder ser instalada até em solos pouco estáveis (como areia) – isso porque ela tem um formato arredondado com furo no meio (como se fosse uma forma de pudim ao contrário) e esse furo pode ser preenchido com concreto. Sua capacidade é de até 5000 l de água.

Flávio Bucci e Alice Martins

Sempre bem humorados, os dois arquitetos caminharam pela feira procurando belas novidades em acabamentos. Quando viam algo que lhes parecia inovador, entrevistavam os expositores para saber de todas as características – não é à toa que Flávio e Alice sempre têm uma resposta certeira sobre tudo que indicam para os seus clientes.

Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo

1. Painéis 3 form

A Hunter Douglas trouxe os painéis 3 Form. No ano passado, esses mesmos painéis foram a sensação da Batimat, na França. Eles são de acrílico – e os que chamavam mais atenção eram justamente os de ecoresina, com 40% de material reciclado. Encapsulado nos painéis, há folhas secas, galhos fininhos, anéis de bambus, pedras, rendas… Tudo com muita classe. Esses painéis podem substituir vidro em portas e divisórias. Eles são vendidos em placas de 2,44 x 1,22 cm e vai custar a partir de R$ 500 o m².

2. Chuveiros de teto

Os arquitetos apontaram esse tipo de ducha como tendência – de fato, ele vem aparecendo cada vez com mais frequência nas feiras. A tubulação fica escondida sob o forro e a água cai lá de cima. Nesse ano, a Altero trouxe o seu chuveiro cromado, com essas características.

3. Cartões para escolher a cor

Com o Idéia Card da Coral, o consumidor verifica as principais famílias de cores, aprende sobre as suas características e, depois, pode colocá-las lado-a-lado para testar a combinação. É um adianto na vida do cliente e também na dos arquitetos. Através do site do fabricante, é possível receber a coleção completa de Idéia Cards em casa.

Continua após a publicidade

Publicidade