Casa Created with Sketch.

De braços abertos para as cores

Você pensa que parede colorida é exclusividade de gente supermoderna? Pois se engana. O recurso atesta estilo, sim, mas cada morador elege o seu

“Para os brasileiros, a mistura pode parecer inusitada, ainda mais na lavanderia, mas o contraste de cores é cotidiano no país de origem do proprietário, o Paquistão. O azul-cobalto compõe um efeito cenográfico combinado ao aço inox da bancada e ao vermelho do revestimento do armário. O resultado demonstra que há possibilidades além do branco, prata e tons amadeirados para essa área.”

Ivo Mareines, arquiteto do Rio de Janeiro

Pintada de azul (International, ref. 6486-3), a parede compõe com a laca ita...

 (/)

“Deste apartamento, podemos ver o mar do Rio de Janeiro… Quisemos trazê-lo para dentro de casa. Destacamos algumas paredes, usando este tom de azul, que acrescenta serenidade à sala de jantar. Foi uma decisão planejada depois de um estudo profundo de vastu vidya, técnica indiana milenar de harmonização dos espaços. A cor também lembra frescor e equilibra o ambiente. Rodapé, portas, batentes e teto são brancos – mantendo a base neutra, a cor escolhida fica ainda mais em evidência.”

Neza Cesar, designer de interiores de São Paulo

Nas paredes, látex acrílico acetinado azul, da Ypiranga, ref. S15555B10G. N...

 (/)

“Dois aspectos me permitiram escolher o preto para esta copa: ela recebe bastante luz natural e o piso é de granilite branco. Com essa base clara e iluminada, a cor não ficou pesada. As almofadas vermelhas nas cadeiras formam um contraponto, deixando o espaço sofisticado e ao mesmo tempo informal. Repare que a escada parece dar continuidade à parede escura: a intenção é criar volumetria.”

Marcelo Rosenbaum, designer de São Paulo

Tinta acrílica fosca preta, da Suvinil, cobre a parede e a escada.

 (/)

“Os mexicanos costumam misturar sem medo as cores saturadas. Isso me inspirou. Minha pesquisa seguiu pelas tonalidades naturais, como o vermelho da fruta caqui e o verde do musgo. Só então cheguei à cor complementar, o azul-anil, por meio de testes no computador. Esses estudos foram fundamentais para decidir a ordem dos tons nos espelhos da escada.”

Fábio Galezzo, designer

Três tons de látex acrílico fosco, da Suvinil, combinam-se na escada: anil...

 (/)

“A cor é um elemento decorativo do qual sou adepto – e esta, abóbora, é positiva, traz alegria e bem-estar já no acordar. Por isso, eu sugeri aos donos da casa aplicá-la em todo o cômodo. Mas eles, que escolheram esta nuance, preferiram tingir apenas uma das paredes e o painel de MDF que disponibiliza a TV para a cama e para a saleta anexa.”

Chicô Gouvea, arquiteto do Rio de Janeiro

Parede e painel de MDF foram pintados com tinta acrílica fosca (Coral, 9698).

 (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s