Bartira Velludo resgata a arte dos mosaicos

Fragmentos de diversos materiais ganham força renovada nos mosaicos da arquiteta Bartira Velludo.

Por Reportagem visual Mayra Navarro | Fotos Célia Mari Weiss Atualizado em 19 jan 2017, 14h02 - Publicado em 17 dez 2013, 18h07

Como tudo o que as pessoas produzem de melhor, o mosaico sobrevive com dignidade ao passar do tempo. Aqui e ali, a técnica, famosa pelos exemplares gregos e bizantinos, recebe toques de novidade, mas, no fim das contas, escapa ilesa dos modismos (quem não se lembra da febre dos anos 90?). Artistas e arquitetos modernos inovaram ao trocarem a linguagem clássica por motivos abstratos, geométricos e gráficos, realizados com cacos cerâmicos e pastilhas industrializadas. Mais recentemente, seixos, metal e plástico, entre outros materiais, começaram a fgurar nas composições. Na esfera doméstica, uma boa amostra aparece na produção atual da paulistana Bartira Velludo. Os móveis, objetos e painéis sob encomenda que saem de seu ateliê refletem as melhores qualidades do método, perfeito para dialogar com a arquitetura. Veja mais: www.estudiodemosaicos.com.br.

Publicidade